Geral

Engenheiro diz que problema no recapeamento pode ser da drenagem do asfalto

O engenheiro Gerson Silva, da Equipe Engenharia, empresa que fez o recapeamento asfáltico da Avenida Afonso Pena, disse nesta quinta-feira (26) que o problema no esfarelamento da via pode ser da drenagem urbana.  “Não vi o esfarelamento ainda e não estou em Campo Grande para acompanhar a vistoria. Técnicos irão ao local para detectar o […]

Arquivo Publicado em 26/01/2012, às 13h37

None
O engenheiro Gerson Silva, da Equipe Engenharia, empresa que fez o recapeamento asfáltico da Avenida Afonso Pena, disse nesta quinta-feira (26) que o problema no esfarelamento da via pode ser da drenagem urbana. 
“Não vi o esfarelamento ainda e não estou em Campo Grande para acompanhar a vistoria. Técnicos irão ao local para detectar o que aconteceu, mas pode ser problema da própria drenagem da via, não há como afirmar”, explica o engenheiro.
Ele informou que a Equipe Engenharia Ltda foi contratada para refazer apenas o asfalto da Afonso Pena. “Tudo o que está por baixo é da drenagem antiga, que não foi refeita pela nossa empresa”, esclarece.
Com o volume das chuvas, Gerson explica que a água pode ter subido das galerias pluviais, quebrando o asfalto por baixo. “O problema seria então de baixo para cima e não a quantidade de chuva que cai diretamente do asfalto, de cima para baixo”, conclui. 
Há esfarelamento do asfalto em torno do buraco que foi aberto, atrapalhando quem passa pela via. De acordo com o meteorologista da estação da Uniderp- Anhanguera, Natálio Abraão, choveu 294,4 milímetros entre o dia 10 de dezembro, data da entrega do asfalto, até esta quinta-feira (26) e não houve grande variação de temperatura.
A Equipe Engenharia LTDA foi contratada pelo Governo do Estado para realizar a obra na Avenida, que começou no dia 17 de setembro de 2011. Foram gastos R$ 6.999.171,77 para recapear os 7,8 quilômetros.
Jornal Midiamax