Geral

Em Itu, Linense derruba sequência e volta ao G-8 do Paulista

As duas vitórias seguidas do Ituano de nada valeram na tarde deste sábado, quando o time do técnico Roberto Fonseca recebeu o Linense no estádio Novelli Júnior e foi derrotado por 3 a 2. Com dois gols de Chimba e atuação de gala do experiente Lenílson, a equipe recuperou seu lugar dentro do G-8 do […]

Arquivo Publicado em 03/03/2012, às 20h48

None

As duas vitórias seguidas do Ituano de nada valeram na tarde deste sábado, quando o time do técnico Roberto Fonseca recebeu o Linense no estádio Novelli Júnior e foi derrotado por 3 a 2. Com dois gols de Chimba e atuação de gala do experiente Lenílson, a equipe recuperou seu lugar dentro do G-8 do Campeonato Paulista.

Em partida válida pela 12ª rodada, a vitória do time de Pintado foi construída com muita dificuldade, gols marcados por Chimba aos 13, Lenílson aos 25 e Chimba, outra vez, aos 40. Kleyton Domingues diminuiu o placar para o Ituano apenas 30 segundos após o terceiro do Linense. Na etapa complementar, o Linense teve Fabão expulso e viu Anderson Salles marcar o segundo, de pênalti, aos 33. A pressão nos minutos finais, entretanto, não deu resultado.

Recuperado da derrota do meio da semana passada contra o Palmeiras, o Linense vai a 18 pontos e assume a provisória sétima colocação. No complemento da rodada, a equipe pode acabar sendo ultrapassada por Bragantino, Ponte Preta e Mirassol. O próximo adversário será o XV de Piracicaba, no próximo sábado, em Lins. Já o Ituano, estacionado em 14º, enfrenta o Comercial no estádio Palma Travassos no mesmo dia.

O Jogo ¿ O Ituano controlou as ações ofensivas nos primeiros minutos de bola rolando, mas o Linense logo equilibrou e não demorou a abrir o placar. Depois que Kleyton Domingues puxou contra-ataque, fintou dois defensores e foi desarmado por Makelele, os visitantes não perderam a bola até que conseguissem marcar seu primeiro gol.

Aos 13, Lenílson cabeceou firme após cruzamento de Anderson Luís, mas Roberto fez boa defesa. Dois minutos depois, não teve jeito. Elias apareceu na esquerda para receber passe de Éder e lançou Chimba em velocidade. O atacante fez o domínio, invadiu a área e chutou forte, na saída do goleiro do Ituano.

Sem espaço para criar jogadas em virtude da marcação pesada na saída de bola, o Ituano tinha maior posse de bola, mas menos eficiência. Nas raras investidas do Linense, o perigo acabava acontecendo. Foi assim aos 30 minutos, quando Wellington invadiu a área e foi derrubado por Alan Mota no instante em que preparava o chute. Na cobrança, Lenílson aumentou a vantagem.

O terceiro gol veio aos 39 minutos do primeiro tempo, para desespero da torcida do Ituano. Chimba, o autor do primeiro gol, repetiu a fórmula e aumentou a vantagem. Na saída de bola dos anfitriões, a zaga lançou Jancarlos em velocidade. O experiente ala cruzou rasteiro e Kleyton Domingues se aproveitou de um erro defensivo para diminuir o placar, apenas 30 segundos depois do terceiro gol.

Para o segundo tempo, o Ituano voltou motivado, apesar da forte chuva, e criou as melhores oportunidades. Aos 15, em cobrança de falta, o zagueiro Anderson Salles chegou perto de marcar o segundo do time da casa, mas a batida saiu forte demais, pela linha de fundo. Para piorar a situação do Linense, Fabão cometeu pênalti sobre Elton aos 31 e foi expulso. No canto direito de Douglas, Anderson Salles deixou o Ituano vivo na partida.

A tônica dos últimos minutos foi de forte pressão do Ituano, que chegou perto de empatar aos 40, quando Adaílton fez o cruzamento por baixo, Thiago Bezerra bateu forte e Douglas defendeu, mas deu rebote para Jéfferson Luis concluir. Em cima da linha, Bruno Quadros salvou o último suspiro do Ituano.

Jornal Midiamax