Geral

Detran-PR conhece projeto Jovem Condutor em escola de Mato Grosso do Sul

Em visita a Campo Grande, representantes do Departamento Estadual de Trânsito do Paraná (Detran-PR) estiveram hoje (24), na Escola Estadual Amélio Carvalho Baís, para conhecer o trabalho realizado pelo Detran-MS no programa Trânsito na Escola- Jovem Condutor. Acompanhados da diretora de Habilitação e Educação de Trânsito do Detran-MS, Elizabeth Félix, tiveram contato com os alun...

Arquivo Publicado em 24/07/2012, às 16h36

None

Em visita a Campo Grande, representantes do Departamento Estadual de Trânsito do Paraná (Detran-PR) estiveram hoje (24), na Escola Estadual Amélio Carvalho Baís, para conhecer o trabalho realizado pelo Detran-MS no programa Trânsito na Escola- Jovem Condutor.


Acompanhados da diretora de Habilitação e Educação de Trânsito do Detran-MS, Elizabeth Félix, tiveram contato com os alunos do 3º ano do Ensino Médio. A Escola participa do programa ensino médio inovador que oferece aulas no período integral, da Secretária de Educação de Mato Grosso do Sul.


Elizabeth alertou aos jovens o fator de risco dos acidentes que acontecem na capital – alta velocidade e embriaguez- e pediu para que eles sejam parceiros do Detran. “Alertem seus pais, se beber não dirigir, caso saia com um amigo, não entre no carro com o motorista alcoolizado, mesmo que seja seu melhor amigo” pediu a diretora.


A Chefe da Escola Pública de Trânsito do Paraná, Iraci Izabel Rocha lembrou aos alunos que eles devem assumir uma postura correta no trânsito. “Por vocês serem os precursores do projeto Jovem Condutor, têm que ser responsáveis, não desobedecer a nenhuma regra de trânsito” argumentou. Izabel lembrou ainda que os alunos devem dar o exemplo, por terem a oportunidade de receber de forma contínua a educação para o trânsito.


Susyanne Joppert, Supervisora do Curso de Reciclagem do Paraná diz apostar nos alunos e quer receber notícias animadoras sobre o trânsito de Campo Grande. “Nós esperamos que vocês sejam os multiplicadores das boas atitudes no trânsito” finalizou.


O professor do projeto na escola, Mário Márcio do Santos Oliveira afirmou que os adolescentes não tem a consciência de que ao desobedecer as regras de trânsito possa acontecer algo perigoso. “O adolescente não acredita que acidentes possam acontecer com ele”.


Mário também elogiou o material produzido pelo Detran-MS, “Pelo material ser dividido em módulos, nós conseguimos trabalhar facilmente com o aluno, trazemos para a realidade do adolescente, uma matéria como legislação de trânsito, por exemplo”.


O coordenador da Escola, Ozimal Lúcio dos Santos acredita em uma mudança de comportamento através das campanhas realizadas dentro da instituição. “Nossa preocupação não é que nosso aluno tire a Carteira Nacional de Habilitação, mas que ele seja consciente, que use as normas de trânsito corretamente e que faça a diferença” acredita.

Jornal Midiamax