Geral

Cúpula das Américas termina sem consenso sobre inclusão de Cuba

A 6ª Cúpula das Américas encerrou hoje (15) suas deliberações sem consenso em dois pontos principais, relacionados à inclusão de Cuba em futuros encontros, o que tornou impossível a elaboração de uma declaração final acordada entre todos os chefes de Estado e de governo que se reuniram durante dois dias em Cartagena das Índias, no […]

Arquivo Publicado em 15/04/2012, às 19h07

None

A 6ª Cúpula das Américas encerrou hoje (15) suas deliberações sem consenso em dois pontos principais, relacionados à inclusão de Cuba em futuros encontros, o que tornou impossível a elaboração de uma declaração final acordada entre todos os chefes de Estado e de governo que se reuniram durante dois dias em Cartagena das Índias, no Caribe colombiano.


Os Estados Unidos vetaram os parágrafos 17 e 18, referentes à inclusão de Cuba en futuras cúpulas e à necessidade de acabar com o bloqueio econômico e comercial da ilha.


O Parágrafo 17 dizia textualmente: “os chefes de Estado decidem convidar a República de Cuba a participar da próxima Cúpula das Américas, a realizar-se no Panamá”, e o Parágrafo 18 assinalava: “os chefes de Estado lembram com interesse as recentes resoluções aprovadas pela Assembleia Geral das Nações Unidas relativas à necessidade de pôr fim ao bloqueio econômico e comercial da República de Cuba”.


Os dois parágrafos foram vetados pelos Estados Unidos, que, durante as deliberações, tiveram apoio do Canadá e, em consequência, não foi possível obter uma declaração consensual entre os países participantes da cúpula.

Jornal Midiamax