Geral

Concessão de crédito na Caixa aumentou 17% depois da redução dos juros

A concessão de crédito para pessoa física somou R$ 518 milhões na semana passada, o que representa aumento de 17% em relação à semana imediatamente anterior, e os R$ 323 milhões emprestados a empresas equivalem a crescimento de 9% na mesma base de comparação, de acordo com balanço divulgado hoje (17) pela Caixa Econômica Federal […]

Arquivo Publicado em 17/04/2012, às 21h51

None

A concessão de crédito para pessoa física somou R$ 518 milhões na semana passada, o que representa aumento de 17% em relação à semana imediatamente anterior, e os R$ 323 milhões emprestados a empresas equivalem a crescimento de 9% na mesma base de comparação, de acordo com balanço divulgado hoje (17) pela Caixa Econômica Federal para mostrar os efeitos da redução de juros e ampliação de créditos, anunciadas segunda-feira (9) da semana passada.


O Crédito Direto Caixa, que apresentava uma média de R$ 10 milhões/dia em contratações dobrou com a redução da taxa anual em 28%, segundo números da Caixa. No caso de pessoas jurídicas, a redução da taxa anual em até 65% fez com que a média de R$ 5,3 milhões nas contratações diárias, no começo do mês, saltasse para R$ 39,2 milhões, com aumento da procura principalmente por micro e pequenas empresas, que tomaram R$ 196 milhões para capital de giro.


Os maiores volumes de recursos, no entanto, foram contratados na linha de crédito consignado, que é a modalidade de menores custos, por causa da garantia do desconto atrelado ao salário, que teve as taxas anuais reduzidas em 31%.


Com isso, a média de contratações, que era de R$ 77 milhões/dia, aumentou para R$ 135 milhões/dia, e o volume de negócios entre os dias 9 e 13 atingiu R$ 676 milhões em todas as agências da Caixa.


Importante registrar também, de acordo com o banco público, que a base de clientes pessoas físicas aumentou 11% na semana passada, em relação à semana anterior, mas não cita números. Ressalta, ainda, que a procura por informações no endereço eletrônico da Caixa e na central telefônica sobre as novas taxas aumentou 32% desde o lançamento do programa Caixa Melhor Crédito.

Jornal Midiamax