Geral

Com Temer, fábrica inaugurada transforma Três Lagoas na capital mundial da celulose

Presidente da República em exercício, Michel Temer disse que a inauguração de uma fábrica deste porte mostra que o Brasil não vai parar, sobre críticas feitas à economia do país

Arquivo Publicado em 12/12/2012, às 17h56

None
802136438.jpg

Presidente da República em exercício, Michel Temer disse que a inauguração de uma fábrica deste porte mostra que o Brasil não vai parar, sobre críticas feitas à economia do país

Na presença do presidente interino da República, Michel Temer (PMDB/SP), a Eldorado Brasil abriu as portas, nesta quarta-feira (12), e colocou Três Lagoas no topo mundial da produção de celulose. A partir de 2013, a empresa produzirá 1,5 milhão de tonelada do produto, com o título de indústria mais competitiva do setor no plano mundial.

O evento reuniu autoridades políticas, empresários, colaboradores e funcionários da empresa em uma cerimônia brindada com o show do tenor italiano, Andrea Bocelli. Até a sessão da Assembleia Legislativa foi transferida para Três Lagoas a fim de homenagear a família Batista, principal acionista da Eldorado Brasil.

Presidente do conselho administrativo da empresa e presidente da J&F Investimentos, Joesley Batista destacou o empenho coletivo para tornar a indústria uma realidade e declarou que “Três Lagoas tem aptidão para a industrialização”.

A prefeita Márcia Moura (PMDB) disse ter “orgulho pelo município ser sede da Eldorado Brasil” e agradeceu os três mil empregos diretos abertos com a instalação da empresa. “Isso gera aumento de renda e melhoria na qualidade de vida das pessoas”, destacou.

Emocionado, o governador André Puccinelli (PMDB) afirmou ter “orgulho de ser o governador de Mato Grosso do Sul, do seu secretariado e de a Eldorado ter escolhido Três Lagoas para se instalar”.

No final da cerimônia, Michel Temer declarou que “inauguração de uma empresa deste porte serve como contraponto ao pessimismo” de que economia brasileira estaria em processo de desaceleração. “É a prova concreta de que o Brasil não vai parar”, disse.

O plano da Eldorado Brasil é faturar R$ 2 bilhões por ano, a partir de 2013. O incremento representaria 0,6% do PIB (Produto Interno Bruto) nacional. Também é meta da empresa construir outras duas unidades até 2021.

Jornal Midiamax