Geral

Com sufoco no fim, Flu bate Coritiba e volta a abrir nove pontos

O Fluminense tinha tudo para conquistar uma vitória tranquila nesta quinta-feira, diante do Coritiba, mas conseguiu um dramático 2 a 1 no Estádio do Engenhão. Em jogo válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time do técnico Abel Braga sofreu pressão nos minutos finais do jogo, mas somou mais três pontos e ficou ainda […]

Arquivo Publicado em 26/10/2012, às 00h55

None

O Fluminense tinha tudo para conquistar uma vitória tranquila nesta quinta-feira, diante do Coritiba, mas conseguiu um dramático 2 a 1 no Estádio do Engenhão. Em jogo válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time do técnico Abel Braga sofreu pressão nos minutos finais do jogo, mas somou mais três pontos e ficou ainda mais próximo de conquistar o principal título nacional da temporada.

O resultado a favor dos cariocas foi construído com grande atuação do atacante Wellington Nem, autor de um gol no primeiro tempo e de uma assistência no segundo. Assim, o Fluminense chegou a 72 pontos em 33 jogos e abriu nove de vantagem para o Atlético-MG – o time do técnico Cuca tem 63, e só faz seu jogo pela rodada diante do Flamengo na quarta-feira, no Estádio Independência.

Para o Coritiba, o resultado encerra uma série de seis jogos de invencibilidade (quatro vitórias e dois empates). Mesmo diminuindo o prejuízo no placar durante a etapa final e passando perto do empate, o time paranaense permanece com 42 pontos, sem garantir matematicamente a presença na Série A do Campeonato Brasileiro.

Como era esperado, o Fluminense partiu para cima desde o início do jogo e deu trabalho para a defesa paranaense. Logo com 1min do primeiro tempo, Thiago Neves cobrou falta pela direita e mandou no travessão de Vanderlei. Mais tarde, aos 15min, o lateral Carlinhos arrancou pela esquerda, limpou a marcação e bateu forte, parando na defesa do goleiro alviverde.

Na reposição de bola, porém, Deivid perdeu a bola no meio de campo para Wellington Nem. O atacante disparou, fugiu dos defensores do Coritiba, invadiu a área e tocou na saída de Vanderlei, abrindo o placar no Engenhão. De quebra, Fred quase marcou o segundo gol aos 29min: após cruzamento de Carlinhos pela esquerda, o centroavante subiu e cabeceou para a defesa de Vanderlei no canto.

O Coritiba, acuado, só foi ter a primeira chance de perigo aos 40min: após bom lançamento de Éverton Ribeiro pela direita, Luccas Claro recebeu na esquerda e chutou cruzado, mas Diego Cavalieri bloqueou com as pernas. Na resposta, aos 43min, Wellington Nem teve chance clara para marcar o segundo ao invadir a área pela direita e limpar a marcação, mas acabou travado na hora da conclusão.

Mesmo com a evolução do Coritiba no fim do primeiro tempo, pouca coisa mudou após o intervalo. Wellington Nem teve duas grandes oportunidades nos primeiros minutos, mas ficou na defesa de Vanderlei aos 3min e na trave aos 14min. O Coritiba bem que tentou o empate aos 24min, com chute de Éverton Ribeiro de fora da área, mas Diego Cavalieri fez boa intervenção e mandou para escanteio.

No entanto, o time tricolor aproveitou melhor suas chances e logo marcou o segundo: aos 26min, após jogada individual pela direita, Wellington Nem cruzou na área e Thiago Neves cabeceou para as redes. Em desvantagem, o Coritiba passou a pressionar, e quase fez em duas oportunidades: Lincoln escorou para fora o cruzamento aos 31min, e Bruno tirou de bicicleta o toque de Rafinha por cobertura aos 35min.

De tanto pressionar, o time paranaense chegou a seu gol, aos 36min, com Éverton Ribeiro chutando forte após bate-rebate na área. No entanto, a reação veio tarde para o Coritiba. Agora, os dois times só voltam a entrar em campo em 4 de novembro, quando disputam seus jogos pela 34ª rodada. O Fluminense visita o São Paulo no Estádio do Morumbi às 17h (horário de Brasília), enquanto o Coritiba hospeda o Atlético-MG no Estádio Couto Pereira às 19h30 (também de Brasília).

Jornal Midiamax