Geral

Com gol no fim, Coritiba vence “decisão” e afunda Palmeiras

O Palmeiras se complicou (e muito) na briga para se salvar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quinta-feira, o time comandado por Gilson Kleina perdeu a primeira grande ¿decisão¿ pela degola. Na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, o Coritiba, primeiro clube fora da zona mais indesejável da tabela, derrotou o adversário paulista por […]

Arquivo Publicado em 12/10/2012, às 01h48

None

O Palmeiras se complicou (e muito) na briga para se salvar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quinta-feira, o time comandado por Gilson Kleina perdeu a primeira grande ¿decisão¿ pela degola. Na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, o Coritiba, primeiro clube fora da zona mais indesejável da tabela, derrotou o adversário paulista por 1 a 0, gol de Deivid, de pênalti, no final do jogo, e abriu considerável vantagem em relação ao rival na tabela de classificação.

A derrota em Araraquara pode selar o rebaixamento do Palmeiras à Série B do Brasileirão. Com o revés no interior paulista, a equipe, campeã da Copa do Brasil desta temporada superando o próprio Coritiba na decisão, segue estacionada com 26 pontos somados, nove atrás do rival paranaense, que abre considerável distância com nove rodadas para o término do Campeonato Brasileiro. O Sport, posicionado entre os dois na tabela, soma 27, já que acabou derrotado nesta quinta pelo Grêmio por 3 a 1.

O clima de decisão em Araraquara influenciou o comportamento de ambas as equipes durante a primeira etapa. Mandante da partida, o Palmeiras, sofrendo com os desfalques de Barcos e Valdivia, não escondeu o nervosismo. Com pouca paciência no campo ofensivo, a equipe de Palestra Itália parou na eficiente marcação do Coritiba e pouco criou. Os visitantes, por outro lado, permaneceram os 45 minutos iniciais com uma postura tímida, mostrando satisfação com o resultado de empate.

Precisando obrigatoriamente da vitória para seguir forte na briga pela salvação, o Palmeiras retornou dos vestiários mais agressivo. Logo aos 3min, a equipe comandada por Gilson Kleina por pouco não abriu o marcador. Em jogada individual, Luan arriscou da entrada da área e por pouco não superou o goleiro Vanderlei; primeiro momento de real susto para o time visitante e de euforia do público em Araraquara.

A oportunidade de Luan ratificou a melhora do Palmeiras na segunda etapa. O time paulista voltou a assustar aos 10min, quando Correa obrigou Vanderlei a fazer grande defesa. Poucos minutos depois, o meia Tiago Real, substituto de Valdivia no duelo desta quinta-feira, tentou encobrir o goleiro rival, mas, sem sucesso, arrematou a bola longe.

Acuado e tímido, o Coritiba, no final das contas, foi quem criou a melhor chance para deixar Araraquara com um resultado positivo. Aos 27min, Rafinha desceu pela ponta direita e cruzou na primeira trave para Lincoln, que furou. A bola caprichosamente bateu na trave e fugiu do contato com Deivid, posicionado para apenas coloca-la para dentro e aproximar os paranaenses do resultado positivo no interior.

O golpe decisivo para o Palmeiras ocorreu aos 42min da etapa complementar. Mais ousado nos últimos minutos, o Coritiba obteve a vitória depois de uma falha do sistema defensivo rival. Correa errou o corte e, em seguida, Maurício Ramos cometeu pênalti sobre Everton Ribeiro. Na batida, o experiente centroavante Deivid balançou as redes e afundou o adversário na classificação. Derrota que aproxima o tradicional clube paulista do segundo rebaixamento à Série B em dez anos.

Jornal Midiamax