Geral

Com festa e irreverência, Túlio é apresentado no Botafogo por gol 10

O jeito irreverente e alegre do atacante Túlio voltou à General Severiano. O Botafogo apresentou o atacante na manhã desta segunda-feira para o projeto “Túlio a 1000 – sete gols de solidariedade”. Com 993 gols na carreira, o artilheiro foi ovacionado pelos torcedores do time que o projetou para a realização do sonho do atleta […]

Arquivo Publicado em 27/08/2012, às 15h36

None

O jeito irreverente e alegre do atacante Túlio voltou à General Severiano. O Botafogo apresentou o atacante na manhã desta segunda-feira para o projeto “Túlio a 1000 – sete gols de solidariedade”. Com 993 gols na carreira, o artilheiro foi ovacionado pelos torcedores do time que o projetou para a realização do sonho do atleta de marcar mil gols.


Uma verdadeira produção foi armada em General Severiano para receber a volta do ídolo Túlio. Com a sala de imprensa repleta de jornalistas e torcedores, o marketing do Botafogo apresentou um filme com gols e feitos do atacante com a camisa do time alvinegro e da Seleção Brasileira. Ao entrar no local, o atacante foi aclamado pelos fãs presentes.


Mais vezes artilheiro do Campeonato Brasileiro (3 vezes da Série A e 3 vezes da Série B), Túlio fez história com a camisa do Botafogo ao conquistar o título Brasileiro de 1995, sendo o maior goleador do torneio. Em suas primeiras palavras na volta ao time carioca, o jogador agradeceu o apoio dos fãs para a realização desse projeto.


“Quem sabe hoje seja a minha última apresentação oficial vestindo uma camisa profissional, no meu clube de coração, que eu aprendi a gostar. O video mostrou minha garra, determinação, empenho, minha história bonita, e poder voltar hoje a General Severiano é um orgulho e satisfação muito grande. Quero agredecer a direitoria do Botafogo”, ressaltou.


Túlio também enfatizou a importância do Botafogo em toda a sua carreira. “Aqui é minha casa e aqui que eu pretendo fazer o milésimo gol e dizer a todos que meu dever no futebol está cumprido. É um sonho que hoje está se tornando realidade. Quero agradecer a Deus para chegar hoje aqui com 43 anos com a mesma garra, com o mesmo amor de que quando cheguei em 1994”, disse emocionado.

Jornal Midiamax