Geral

Com base no escotismo, jovens aprendem princípios de valor e ética

Aqui os jovens desenvolvem criatividade, habilidades e ensinamento que não teriam em outro lugar.

Arquivo Publicado em 04/03/2012, às 17h32

None
397375261.jpg

Aqui os jovens desenvolvem criatividade, habilidades e ensinamento que não teriam em outro lugar.

Pautados nos princípios do escotismo que preza pela honra, lealdade, amizade, respeito, proteção da natureza, jovens entre 10 e 15 anos formam o Clube de Desbravadores Marechal Rondon. Fundado em 1963, o grupo passou seus princípios a várias gerações.


O administrador aposentado Pedro Mattos, 60 anos, se dedica aos ensinamentos dos garotos. Ele conta que o programa tem como finalidade instruir os jovens e dar a eles habilidades que não aprenderiam em outros lugares.


“Aqui os jovens desenvolvem criatividade, habilidades e ensinamento que não teriam em outro lugar. Eles se tornam pessoas melhores porque aprendem a ter organização, disciplina, limite, que são qualidades que podem ser usada em qualquer atividade que eles venham a desenvolver. São jovens diferentes, que terão um norte para uma vida de sucesso”.


Os meninos e meninas, ainda muito jovens, gostam mesmo é de aventura. Eles contam que o que mais gostam de fazer é acampar, ter contato com a natureza. “A gente tem atividade todo fim de semana. Saímos para acampar, aprendemos a montar barraca, fazer fogo. Conservar as amizades”, diz Geovana Knapick Batista, 10 anos.


“Gosto de aventura”, completa Geovana.


Lucas Werneck Mourão, 11 anos, também é apaixonado pela natureza. “Gosto de acampar, montar barraca, fazer fogueira”, diz.


E emenda, o que aprendi de melhor é respeitar ao próximo. “Não é obrigação da gente gostar de ninguém, mas temos que respeitar as pessoas”, ensina sabiamente, apesar da pouca idade.


A comerciante Sílvia Ávila, 41 anos, diz que é importante a criança ter uma atividade diferente. Segundo ela, seu filho, que faz parte do grupo, aprendeu a ter mais limite desde que entrou para os Desbravadores. “O programa ajuda muito na educação. Eles se tornam muito melhores”, diz orgulhosa.


Curiosidade


Quando Baden-Powell idealizou a Lei Escoteira, decidiu não estabelecer leis proibitivas, mas conceitos para formação de pessoas benévolas, para que, desta forma, o jovem escoteiro tivesse onde se espelhar e pudesse se orientar.


Como participar?


O grupo é aberto para toda a comunidade. Quem quiser participar ligue (67) 9229-4161 e fale diretamente com Pedro Mattos, ele passará todas as informações necessárias.

Jornal Midiamax