Geral

Ciptran intensifica fiscalização no fim de ano

Neste fim de ano, a Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), intensifica ainda mais as fiscalizações de trânsito com a chegada das festas de fim de ano. As ações fazem parte da operação “Trânsito Seguro”, que conta com o apoio da Polícia Militar.O intuito é proporcionar tranquilidade e diminuir os acidentes de trânsito nesta […]

Arquivo Publicado em 25/12/2012, às 11h29

None
1006177603.jpg

Neste fim de ano, a Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), intensifica ainda mais as fiscalizações de trânsito com a chegada das festas de fim de ano. As ações fazem parte da operação “Trânsito Seguro”, que conta com o apoio da Polícia Militar.O intuito é proporcionar tranquilidade e diminuir os acidentes de trânsito nesta época em que o fluxo de veículos aumenta.


“O nosso objetivo é virar o ano com menor índice de acidentes e sem mortes. Para isso o condutor precisa perceber que o trânsito faz parte de sua vida e que sua conduta individual afeta diretamente na sociedade”, conscientiza o tenente-coronel Alírio Villasanti, comandante da corporação.


Até o dia 2 de janeiro, a Ciptran realizará ações pontuais onde o número de infrações é maior. “Vamos intensificar a fiscalização em locais apontados pelo serviço de inteligência da Ciptran como pontos de maior necessidade de policiamento de trânsito, a exemplo de conveniências, postos de combustíveis, mirante do aeroporto e altos da avenida Afonso Pena.


Queremos diminuir os acidentes, especialmente os que causam lesões e mortes”, diz o tenente-coronel. O comandante ressalta a importância de o condutor estar sempre atento principalmente nos dias de festas.


“O condutor precisa ter muita atenção, e mesmo quando o fluxo de veículos é pouco o cuidado deve ser redobrado. Não ingerir bebidas alcoólicas quando for dirigir; não trafegar em alta velocidade; não ultrapassar o sinal vermelho e quando estiver verde, procure diminuir a velocidade, principalmente nos cruzamentos para evitar estragar a sua festa e a dos outros”, intensifica o Villasanti.


As blitze ocorrem principalmente no período noturno e têm como foco o cumprimento da Lei Seca, e a coibição de condutores inabilitados, veículos irregulares e em mau estado de conservação. Os motociclistas, envolvidos em cerca de 90% dos acidentes fatais, recebem atenção especial.  (Com informações da Ciptran)

Jornal Midiamax