Geral

Chilena é presa no aeroporto com mala recheada de cocaína pura em Corumbá

Um quilo, cento e oitenta gramas de cloridrato de cocaína, substância considerada a forma mais pura da droga, foram apreendidos dentro de uma mala no Aeroporto Internacional de Corumbá por policiais federais. O entorpecente estava escondido em um fundo falso e nas cavidades das hastes da mala de uma mulher, de nacionalidade chilena, que tentava […]

Arquivo Publicado em 14/06/2012, às 15h41

None
667224565.bmp

Um quilo, cento e oitenta gramas de cloridrato de cocaína, substância considerada a forma mais pura da droga, foram apreendidos dentro de uma mala no Aeroporto Internacional de Corumbá por policiais federais. O entorpecente estava escondido em um fundo falso e nas cavidades das hastes da mala de uma mulher, de nacionalidade chilena, que tentava embarcar em um voo para a cidade de São Paulo na tarde de quarta-feira, 13 de junho.


O grande nervosismo demonstrado pela mulher, de 22 anos de idade, levou os policiais a levantarem desconfiança sobre ela que acabou não apresentando uma justificativa convincente sobre sua viagem. Ao perfurarem o fundo da mala, os policiais perceberam a presença de um pó branco que reagiu positivamente ao narcoteste.


Diante da constatação, a mulher acabou confessando que havia recebido a referida mala na cidade de La Paz e que deveria levá-la até Madri, na Espanha. A jovem estrangeira foi detida e encaminhada até à Delegacia de Polícia Federal de Corumbá, onde foi autuada em flagrante. Se condenada, pode pegar de 5 a 15 anos de prisão.

Jornal Midiamax