Geral

CBF muda volta de Ponte x São Paulo para dia 9 e cria conflito de data com o Corinthians

Diante do adiamento da partida desta quinta-feira devido as fortes chuvas que castigaram o gramado do Moises Lucarelli, a CBF agiu rápido e já remarcou as datas deste duelo das oitavas de final: serão realizados nos dias 2 e 9 de maio, duas quartas-feiras. Só que a decisão criará um conflito de data com o […]

Arquivo Publicado em 27/04/2012, às 02h12

None

Diante do adiamento da partida desta quinta-feira devido as fortes chuvas que castigaram o gramado do Moises Lucarelli, a CBF agiu rápido e já remarcou as datas deste duelo das oitavas de final: serão realizados nos dias 2 e 9 de maio, duas quartas-feiras. Só que a decisão criará um conflito de data com o Corinthians, que também atuará no dia 9 pela Libertadores contra o Emelec.


A Polícia Militar não deve autorizar a realização de duas partidas quase no mesmo horário entre dois grandes de São Paulo na capital paulista por medidas de segurança. Portanto, a chance de acontecer jogos de São Paulo e Corinthians no Morumbi e Pacaembu (respectivamente) no dia 9 é mínima.


Além disso, o Palmeiras vai enfrentar o Paraná na Arena Barueri (cidade próxima à capital paulista) no mesmo dia (9, quarta-feira), o que ampliaria o problema. Porém, a assessoria de imprensa do clube informou que a diretoria pediu para a CBF para este duelo ser adiado para o dia 10.


“O regulamento pede que o jogo seja realizado amanhã, mas isso seria numa situação que não envolve todo este quadro e não houvesse a opção que nós temos. Então, a decisão já esta tomada, amanhã nos formalizamos no nosso site, e as partidas serão jogadas nas duas próximas quartas-feiras”, declarou o diretor de competições da CBF, Virgilio Elisio, para a rádio Jovem Pan.  


Chuva adiou duelo desta quinta


O árbitro Luiz Flávio de Oliveira decidiu adiar a partida desta quinta-feira entre Ponte Preta e São Paulo, pela Copa do Brasil, devido às fortes chuvas que castigaram a cidade de Campinas no dia do jogo.


“Não vai ter jogo. É uma decisão só minha. Não teve interferência de ninguém”, explicou aos jornalistas ainda no gramado da partida.


Jornal Midiamax