Geral

Bovespa fecha em alta de 1,22%, e dólar sobe a R$ 2,038

A Bovespa avançou pelo terceiro dia consecutivo nesta segunda-feira (30). O Ibovespa, principal índice da Bolsa paulista, subiu 1,22%, aos 57.240,92 pontos. No mês, a Bovespa acumula alta de 5,31% e, no ano, de 0,86%. Desde o dia 20 de junho o acumulado do ano não ficava no positivo. Veja ainda no UOL a cotação das ações e fechamentos anteriores da […]

Arquivo Publicado em 30/07/2012, às 20h39

None

A Bovespa avançou pelo terceiro dia consecutivo nesta segunda-feira (30). O Ibovespa, principal índice da Bolsa paulista, subiu 1,22%, aos 57.240,92 pontos. No mês, a Bovespa acumula alta de 5,31% e, no ano, de 0,86%. Desde o dia 20 de junho o acumulado do ano não ficava no positivo. Veja ainda no UOL a cotação das ações e fechamentos anteriores da Bolsa.


Expectativas crescentes de que os bancos centrais dos Estados Unidos e da zona do euro lancem novas medidas de estímulo nos próximos dias puxaram as ações.


O dólar encerrou em alta nesta segunda-feira, com investidores cautelosos à espera de medidas de estímulo no exterior. A cotação do dólar comercial teve valorização de 0,74%, a R$ 2,038 na venda. No mês, a valorização chega a 1,42% e, no ano, a 9,09%.


Ações de destaque


Um dos destaques na Bovespa nesta segunda-feira foi a Usiminas (USIM3). A ação subiu 5,95% para R$ 8,01. Em relatório divulgado hoje, o Goldman Sachs mudou a recomendação para os papéis da siderúrgica de “venda” para “compra”.


O upgrade do banco americano para a empresa aconteceu poucas horas antes da divulgação do balanço do segundo trimestre.


A ação da LLX (LLXL3) também foi destaque, com alta de 4,56% para R$ 2,98, depois que o empresário Eike Batista confirmou o plano de recomprar os papéis da companhia. Segundo o fato relevante divulgado ao mercado nesta manhã, a companhia vai oferecer o máximo de R$ 3,13 por papel na oferta, ou 25% de prêmio sobre a média de R$ 2,50 dos últimos 20 pregões.


Entre as outras ações mais negociadas na Bovespa nesta segunda-feira, Petrobras (PETR4) subiu 0,30% para R$ 20,23. A petroleira informou hoje que o Programa de Aumento da Eficiência Operacional da Bacia de Campos (Proef) será aplicado em 31 campos, que produzem 450 mil barris de petróleo por dia, o equivalente a aproximadamente um quarto da produção total da companhia no Brasil. Entre os campos contemplados no programa, estão os gigantes Marlim e Albacora.


Bolsas internacionais


As ações europeias subiram nesta segunda-feira, com o índice de blue chips Euro STOXX 50 fechando acima do nível de suporte técnico em um sinal de otimismo entre os investidores, com expectativas de que o Banco Central Europeu (BCE) e o Federal Reserve, banco central norte-americano, proverão estímulos para apoiar as suas economias em dificuldades.


As ações asiáticas ampliaram os ganhos, impulsionadas por expectativas de que o Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, e o Banco Central Europeu (BCE) irão agir para apoiar suas frágeis economias.


As ações coreanas atingiram a máxima em quatro semanas, enquanto as ações australianas subiram para o maior nível em mais de dois meses, registrando alta de 0,85%. O índice Nikkei do Japão encerrou em alta de 0,8%.


“Mais uma vez nós vemos o mercado preparando-se para crescimento renovado vindo após as reuniões do Banco Central Europeu (BCE) na quinta-feira e as decisões do que vão fazer para ajudar a estimular a economia”, afirmou a analista de mercado do Commonwealth Securities Juliana Roadley.


(Com informações da Reuters e do Valor)

Jornal Midiamax