Geral

Atlético-PR leva susto, vira sobre Arapongas e decide returno no Atle-Tiba

Depois de levar um susto no início do jogo, o Atlético-PR reagiu e venceu o Arapongas por 2 a 1, de virada, neste domingo, na Vila Capanema, na Vila Capanema, com gols Guerrón e Bruno Costa. Com a vitória, o time rubro-negro esquentou o clássico Atle-Tiba do próximo domingo, que pode decidir o returno. O […]

Arquivo Publicado em 16/04/2012, às 00h32

None

Depois de levar um susto no início do jogo, o Atlético-PR reagiu e venceu o Arapongas por 2 a 1, de virada, neste domingo, na Vila Capanema, na Vila Capanema, com gols Guerrón e Bruno Costa.


Com a vitória, o time rubro-negro esquentou o clássico Atle-Tiba do próximo domingo, que pode decidir o returno. O Furacão atingiu os 20 pontos e ficou a dois do Coritiba, que lidera com 22, depois de empatar por 2 a 2 com o Operário, também neste domingo.


Se vencer o clássico, o time da Baixada vai para a última rodada dependendo apenas de si para ser campeão paranaense. O Coritiba tentará manter a vantagem, conquistar o 2º turno e forçar uma final contra o rival.


O jogo


O Arapongas mostrou ousadia no início do jogo e deu trabalho à defesa atleticana. Aos 6 minutos, Marcos Tora invadiu a área, passou pelo goleiro Vinícius tocou para o gol. Deivid que acompanhava o lance salvou o Atlético.


O time visitante continuou  criando boas chances e chegou ao gol numa jogada de contra-ataque, aos 15 minutos. Tiago Adan recebeu cruzamento da direita e bateu bonito, de primeira, encobrindo o goleiro Vinícius.


O Arapongas continuou criando perigo e quase ampliou, dois minutos após o gol. Léo Itaperuna mandou uma bomba para o gol e Vinícius fez bonita defesa.


O Atlético resolveu acelerar o jogo e chegou ao empate aos 28 minutos, em um pênalti cometido por Fabinho em Edigar Junio. Guerrón cobrou no canto esquerdo, deslocando o goleiro, e deixou tudo igual. Foi 11º gol do equatoriano, em nove jogos.


A partida, porém, seguiu aberta e a melhor chance, antes do fim do primeiro tempo, foi criada pelo Arapongas. Fabinho penetrou livre na área e bateu no canto, para grande defesa de Vinícius.


O Atlético retornou melhor postado no segundo tempo, sem dar liberdade para o Arapongas. O desempate veio aos 7 minutos e um jogada bem trabalhada. Após um escanteio, Edigar Junio cruzou para Bruno Costa, que havia substituído Heracles, cabecear no canto.


Jogando como velocidade, o Furacão poderia ter ampliado o placar, aos 18 minutos. Em bonita tabela, Guerrón soltou a bomba e acertou a trave.


O Arapongas, porém, não sentiu o segundo gol e seguiu buscando o ataque, tornando o jogo perigoso para o Atlético. Já no final do jogo, aos 37 minutos, o time do interior quase empatou. Léo Itaperuna ficou de frente para o gol, mas chutou em cima de Vinícius.


No minuto seguinte, Guerrón recebeu de Edigar Junio e novamente acertou a trave. Em um jogo bastante equilibrado, o Atlético mostrou poder de reação, diante de um adversário bastante difícil.


Jornal Midiamax