Geral

Associação de Cabos e Soldados se reúne com André e proposta fica em 6%

Irritado com a operação “Tolerância Zero”, André disse ontem que manteria a segunda proposta de reajuste, que era de 5% para todas as patentes

Arquivo Publicado em 24/04/2012, às 16h22

None

Irritado com a operação “Tolerância Zero”, André disse ontem que manteria a segunda proposta de reajuste, que era de 5% para todas as patentes

O governador André Puccinelli (PMDB) está em uma reunião, desde o início  da tarde desta terça-feira (24), na Governadoria, com a ACS (associação de Cabos e Soldados da Polícia e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul), o Sinpol (Sindicado dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul) e entidades de classe para voltar a conversar sobre o reajuste salarial da categoria.


Mais calmo, o governador começou a reunião dizendo que vai manter a proposta de 6% para cabos e demais patentes e 10,23% para soldados com até cinco anos de carreira, um aumento de R$ 87.


Ontem (23), irritado com a operação “Tolerância Zero”, André disse que manteria a segunda proposta de reajuste, que era de 5% para todos. “As negociações salariais não se afligem a um único setor. Existem motivos para que haja diferenciações, que serão feitas para aqueles que merecem. portanto, as negociações retornam todas ao patamar de 5%, ou seja, voltam a estaca zero”, afirmou.


A reunião prossegue a portas fechadas para a imprensa.

Jornal Midiamax