Geral

Assentados liberam fronteira de Corumbá com a Bolívia

Durou aproximadamente nove horas o bloqueio da fronteira de Corumbá com a Bolívia, promovido por famílias moradoras em assentamentos nos assentamento rurais do Paiolzinho; Taquaral e Tamarineiro e Tamarineiro II, nesta sexta-feira, 27 de abril. O grupo cobrou investimentos em moradia; distribuição de água; retomada do Programa de Consolidação dos Assentamentos da Reforma Agrária...

Arquivo Publicado em 27/04/2012, às 19h47

None

Durou aproximadamente nove horas o bloqueio da fronteira de Corumbá com a Bolívia, promovido por famílias moradoras em assentamentos nos assentamento rurais do Paiolzinho; Taquaral e Tamarineiro e Tamarineiro II, nesta sexta-feira, 27 de abril.


O grupo cobrou investimentos em moradia; distribuição de água; retomada do Programa de Consolidação dos Assentamentos da Reforma Agrária (PCA), do Governo Federal, financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para obras de recuperação das estradas vicinais e a volta de um programa que comprava a produção dos assentados para distribuição a entidades filantrópicas.


A liberação do tráfego de veículos só ocorreu após os parceleiros terem conseguido abrir um canal de negociação com Prefeitura; Estado e Incra e ter as reivindicações reconhecidas pelo Ministério Público Federal.


Outro grupo de famílias assentadas interditou totalmente a rodovia BR-262 na altura do quilômetro 714, desde às 07 horas nas proximidades do Distrito de Albuquerque, distante aproximadamente 60 quilômetros da área urbana corumbaense. Mas naquele ponto, a pista foi liberada no final da manhã.

Jornal Midiamax