Geral

Assembleia apoia instituto que garante atendimento a dependentes químicos

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul sediará no sábado (25), a partir das 8h, o III Encontro das Famílias do Instituto Eurípedes Barsanulfo, com o tema “Família X Drogas – Quem vence?”. No evento, o juiz federal Odilon de Oliveira falará sobre a importância da família na prevenção e na recuperação dos dependentes […]

Arquivo Publicado em 24/08/2012, às 14h41

None

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul sediará no sábado (25), a partir das 8h, o III Encontro das Famílias do Instituto Eurípedes Barsanulfo, com o tema “Família X Drogas – Quem vence?”.


No evento, o juiz federal Odilon de Oliveira falará sobre a importância da família na prevenção e na recuperação dos dependentes químicos e fará uma análise da atuação do Poder Público. “A inexistência de políticas públicas de prevenção e de resgate dos dependentes é uma realidade em todo o Brasil e em nosso estado não é diferente”, afirma o juiz.


Odilon defende que recursos apreendidos de criminosos envolvidos com o narcotráfico sejam utilizados para financiar políticas públicas, que contariam com a parceria da iniciativa privada e das entidades não governamentais e religiosas, que hoje já se dedicam a esse trabalho junto aos dependentes e suas famílias. “Nossas prioridades devem ser a prevenção e a implantação de políticas acessíveis a todos para o tratamento e recuperação dos dependentes”, aponta o juiz Odilon.


O apoio do Legislativo ao projeto é considerado de extrema importância pelo presidente da Casa, Jerson Domingos (PMDB): “Como agentes públicos, temos que incentivar ações como esta, que têm como objetivo garantir atendimento aos dependentes químicos e suas famílias. É necessário amparar essa que é a base da sociedade. O fortalecimento e o bem-estar das famílias são fundamentais para nosso desenvolvimento social”.


Atendimento humanizado


Durante o III Encontro também haverá apresentação do Programa Evolutivo de Tratamento e Recuperação (PETRE), que está em fase de implantação no instituto. Atualmente, os internos permanecem no instituto por um ano, ininterruptamente. Com a nova proposta, eles ficarão no local pelo mesmo período, porém o tratamento compreenderá três etapas, envolvendo também a família e proporcionando o retorno do adicto à sociedade de forma gradual e não traumática. “Muitas vezes, há um choque quando as pessoas voltam para o convívio familiar e social”, explicou o presidente do instituto,Carlos Renato Ramos Nunes. Com o novo modo de atendimento, será trabalhada a reintegração gradativa e a reaproximação da família, bem como a reintegração social, de forma que os internos possam deixar a entidade, inclusive,empregados.


O evento também contará com apresentação musical da diretora da Escola do Legislativo Senador Ramez Tebet,Profª. Clarice Maciel, que é cantora lírica. Logo após, haverá homenagem aos pais e internos.

Jornal Midiamax