Geral

Alagamentos na Júlio de Castilho vão continuar até conclusão de obras

Moradores e comerciantes da Avenida Júlio de Castilho e seu entorno vão continuar sofrendo com alagamentos até que a obra seja finalizada. A declaração é do secretário de Governo de Campo Grande, Rodrigo Aquino. Ele dá justificativa de engenharia para o problema. De acordo com Rodrigo Aquino, que tem acompanhado de perto as obras em […]

Arquivo Publicado em 23/12/2012, às 14h24

None

Moradores e comerciantes da Avenida Júlio de Castilho e seu entorno vão continuar sofrendo com alagamentos até que a obra seja finalizada. A declaração é do secretário de Governo de Campo Grande, Rodrigo Aquino. Ele dá justificativa de engenharia para o problema.

De acordo com Rodrigo Aquino, que tem acompanhado de perto as obras em andamento nesses últimos dias de mandato do prefeito Nelsinho Trad (PMDB), os alagamentos vão continuar porque as bocas de lobo só serão abertas para escoamento da água quando todas estiverem prontas.

“Não adianta abrir boca de lobo pronta se as demais não estão. Tecnicamente falando é dar carga na galeria que certamente vai estourar porque não tem para onde correr. Por isso, é preciso que todas estejam prontas”, diz o secretário.

No sábado, 22, choveu em Campo Grande e um trecho da Júlio de Castilho foi castigado com alagamentos. A região entre a Júlio e a Avenida Presidente Vargas foi a mais castigada e há praticamente 15 dias a mesma foi concluída.

Jornal Midiamax