Geral

Aérea é condenada a pagar R$ 10 mil por atraso em voo

A 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) condenou, em primeira instância, a Trip Linhas Aéreas a pagar indenização de R$ 10 mil a um professor, por danos morais, e mais R$ 55 por danos materiais. Segundo informações do TJMG, o professor entrou com ação porque não pode chegar a tempo […]

Arquivo Publicado em 11/10/2012, às 13h37

None
823668511.bmp

A 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) condenou, em primeira instância, a Trip Linhas Aéreas a pagar indenização de R$ 10 mil a um professor, por danos morais, e mais R$ 55 por danos materiais. Segundo informações do TJMG, o professor entrou com ação porque não pode chegar a tempo para a defesa do mestrado de uma orientanda.


O caso ocorreu em outubro de 2010, no aeroporto de Juiz de Fora. O voo dele, com destino a Guarulhos (SP), estava marcado para as 6h. O avião não decolou no horário marcado e os passageiros foram informados de que haveria uma escala em Belo Horizonte, que não estava programada.


A companhia aérea ofereceu ao professor a possibilidade dele ir de carro para o Rio de Janeiro e de lá embarcar para São Paulo. Caso contrário, o bilhete seria cancelado. O professor afirmou que só tinha a opção de cancelar a viagem, porque não conseguiria chegar a tempo na universidade.


A Trip ainda pode recorrer da decisão. Em contato com o Terra, a assessoria da Trip Linhas Aéreas ainda não se posicionou sobre a decisão.

Jornal Midiamax