Geral

A cada cinco minutos um brasileiro é vítima de AVC

O AVC (Acidente Vascular Cerebral), também conhecido como derrame, é a principal causa de morte no Brasil e de incapacidade no mundo. De acordo com dados da Academia Brasileira de Neurologia (ABN), a cada cinco minutos um brasileiro é vítima da doença, contabilizando 100 mil mortes ao ano. O quadro coloca o Brasil como um […]

Arquivo Publicado em 27/10/2012, às 15h15

None

O AVC (Acidente Vascular Cerebral), também conhecido como derrame, é a principal causa de morte no Brasil e de incapacidade no mundo. De acordo com dados da Academia Brasileira de Neurologia (ABN), a cada cinco minutos um brasileiro é vítima da doença, contabilizando 100 mil mortes ao ano. O quadro coloca o Brasil como um dos países com maiores taxas de prevalência e mortalidade relacionadas à doença.


Um estudo apresentado pelo American Academy of Neurology Journal (órgão oficial da Academia Americana de Neurologia) mostrou ainda o crescimento no número de óbitos em indivíduos com menos de 55 anos por AVC. Segundo o estudo, esse aumento ocorre devido a doenças como diabetes, obesidade e colesterol alto, que podem ser evitadas com alimentação balanceada e exercícios físicos.


Por isso, uma parceria da ONG Rede Brasil AVC, ABN, Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares e Associação Brasil AVC com a World Stroke Organization e o Ministério da Saúde resultou em uma importante campanha nacional: “1 em 6: Eu me importo”.


A campanha acontece no Brasil desde 2010 e, neste ano, as ações contam com uma camiseta e uma pulseirinha e estão focadas na educação sobre fatores de risco, sinais de alerta e a urgência do tratamento, além de estimular a conscientização sobre o cuidado pós-AVC. Entre as iniciativas, estão mutirões que serão realizados em todo o país para estimular a prevenção e o diagnóstico precoce, além de um concurso de customização das camisetas da campanha com blogueiras de moda e uma parceria com celebridades e a CBF (Confederação Brasileira de Futebol).


Entre as capitais que receberão os mutirões estão São Paulo, Porto Alegre, Cuiabá, Belo Horizonte e Curitiba. No concurso com blogueiras, a camiseta vencedora será selecionada por meio de uma votação na fanpage Ajudar é o Melhor Remédio. No engajamento de celebridades e da CBF, vídeos e faixas serão expostos em meios de comunicação públicos e jogos de futebol, como forma de conscientizar a população sobre o AVC.


“Todos estão em risco e a situação pode piorar com a complacência e a inércia. A campanha enfatiza o fato de que o AVC pode ser prevenido e que, além disso, os sobreviventes podem se recuperar totalmente se houver um tratamento adequado e de urgência”, afirma a presidente da ONG Rede Brasil AVC, Sheila Martins.

Jornal Midiamax