Geral

Vítimas de explosão em universidade estão com mais de 70% dos corpos queimados

O estado dos dois acadêmicos de Farmácia que sofreram queimaduras durante aula prática em laboratório da Universidade da Grande Dourados (Unigran), ainda é grave. Segundo informações atuais da assessoria da Santa Casa de Campo Grande, onde estão internados, ambos estão se recuperando, porém Fernando Hirota ainda aguarda vaga no centro de tratamento intensivo (CTI). Com […]

Arquivo Publicado em 16/03/2011, às 14h00

None

O estado dos dois acadêmicos de Farmácia que sofreram queimaduras durante aula prática em laboratório da Universidade da Grande Dourados (Unigran), ainda é grave.

Segundo informações atuais da assessoria da Santa Casa de Campo Grande, onde estão internados, ambos estão se recuperando, porém Fernando Hirota ainda aguarda vaga no centro de tratamento intensivo (CTI).

Com queimaduras de 3° grau, Fernando teve 70% de corpo queimado em partes vitais e seu estado é grave. Ele está em uma área de isolamento do Pronto Socorro, mas na espera de uma vaga no CTI.

Já Aurillo Francine Duarte está no 2° andar da Santa Casa, na ala de queimados. Ele teve 90% do corpo queimado, mas está se recuperando bem.

A mãe de Aurillo, Maria da Glória Duarte disse nesta manhã (16) que está sem condições emocionais de conversar sobre o caso.

Jornal Midiamax