Geral

Veículo incendeia e explode no Alto da Boa Vista, em Três Lagoas

Um incêndio destruiu completamente um veículo na noite desta quarta-feira (21), por volta das 18h30, no bairro Alto da Boa Vista, em Três Lagoas. O fogo teve início quando moradores, não identificados, colocaram lixo para queimar nas proximidades onde estava o Fiat 147, em frente a um lote vazio. Segundo a moradora, Aparecida Gonçalves Silva, […]

Arquivo Publicado em 22/09/2011, às 10h26

None
1254209172.JPG

Um incêndio destruiu completamente um veículo na
noite desta quarta-feira (21), por volta das 18h30, no bairro Alto da Boa Vista, em Três Lagoas. O
fogo teve início quando moradores, não identificados, colocaram lixo para
queimar nas proximidades onde estava o Fiat 147, em frente a um lote vazio.

Segundo a moradora, Aparecida Gonçalves Silva, os quatro
estrondos ouvidos por toda a região foram no momento em que os pneus estouraram,
um a um, devido às labaredas.

“Meu filho vendeu esse carro há mais de oito meses,
mas o novo proprietário não veio buscar. Agora o que restou foi essa carcaça.
Tivemos muito medo de que o fogo se alastrasse por nossa residência. Essa gente
que vive queimando lixo não tem consciência que, com esse tempo seco, o fogo se
alastra facilmente e coloca em risco quem mora por perto”, denunciou Aparecida.

O filho da moradora, Silmar Gonçalves de Souza,
disse que não se lembra o nome do homem para quem vendeu o Fiat.

“Já tinha avisado ele que esse carro não devia
ficar aqui, estacionado em frente de casa, tomando sol e chuva. Entretanto,
ninguém veio procurar. Não me recordo agora o nome dele. Os documentos estão
com ele”, alegou Silmar.

Para o Sargento Gelson, do Corpo de Bombeiros de Três
Lagoas, ficará difícil encontrar o proprietário, pois as placas do veículo
ficaram totalmente destruídas.

“Só sobrou a tarjeta indicando que o automóvel era
de Ilha Solteira, no estado de São Paulo. Iremos classificá-lo como sem
identificação. Deslocamos duas viaturas para deter o fogo, mas felizmente ninguém
se feriu”, indicou o Sargento.

Jornal Midiamax