Geral

Tiririca começa a saber o que faz um deputado

Novato no Congresso, o deputado Tiririca (PR-SP) dedicou alguns minutos de seu terceiro dia de mandato para se informar sobre como marcar presença em plenário na Câmara. Ele consultou na tarde desta quinta-feira (3) a segurança da Casa para saber por que os teclados eletrônicos de presença não estavam funcionando. Como hoje é dia de […]

Arquivo Publicado em 04/02/2011, às 11h26

None

Novato no Congresso, o deputado Tiririca (PR-SP) dedicou alguns minutos de seu terceiro dia de mandato para se informar sobre como marcar presença em plenário na Câmara. Ele consultou na tarde desta quinta-feira (3) a segurança da Casa para saber por que os teclados eletrônicos de presença não estavam funcionando. Como hoje é dia de sessão não-deliberativa, foi informado de que a anotação de presença é feita apenas nas entradas da Câmara.


“O senhor marca lá nos primeiros 15 dias. Depois, tem um funcionário que o identifica e faz a marcação para o senhor”, explicou o segurança a Tiririca. Há muito tempo, um grupo de servidores mais antigos reconhece os parlamentares pela fisionomia e faz a anotação de presença na Câmara assim que eles entram na Casa. Com Tiririca, certamente essa tarefa será mais fácil.


Depois de receber as instruções da segurança, o deputado mais votado do Brasil, com 1,3 milhão de votos, cumprimentou o colega Henrique Oliveira (PR-AM), que tem quase 2 metros de altura. “Ô, grandão…”, disse Tiririca.


Durante a campanha eleitoral, os dois usavam o mesmo número na urna: 2222. Na campanha de Henrique Oliveira no Amazonas, Tiririca aparecia ao lado do colega e dizia: “Você sabe o que é que um deputado federal faz? Na realidade eu não sei, mas o Henrique Oliveira vai me ensinar”. Em outra propaganda, chamava Henrique de “grandão” e “lindo”.

Jornal Midiamax