Geral

Timão empata com o Paulista, e não decola no estadual

Paulista e Corinthians criaram oportunidades para construir um placar cheio de gols, mas no duelo deste domingo, no estádio Jaime Cintra, em Jundiaí, pela oitava rodada do Paulistão, a falta da pontaria venceu. Assim, Galo e Timão apenas empataram por 0 a 0. O time do interior ainda mandou duas bolas na trave. Com este […]

Arquivo Publicado em 13/02/2011, às 21h41

None

Paulista e Corinthians criaram oportunidades para construir um placar cheio de gols, mas no duelo deste domingo, no estádio Jaime Cintra, em Jundiaí, pela oitava rodada do Paulistão, a falta da pontaria venceu. Assim, Galo e Timão apenas empataram por 0 a 0. O time do interior ainda mandou duas bolas na trave.


Com este resultado, o Alvinegro segue invicto no estadual. Agora com 13 pontos, o clube se mantém na zona de classificação à fase final – o líder, Palmeiras, tem 19 pontos com um jogo a mais. O Paulista, por sua vez, já soma seis jogos seguidos sem vitória. A equipe de Jundiaí ganhou seu dois primeiros desafios e depois empatou três e perdeu outras três.


Chances não faltaram para Paulista e Corinthians no primeiro tempo do jogo deste domingo. O que faltou aos dois times, na verdade, foi pontaria. Dos dois lados, as jogadas foram bem criadas, mas mal executadas. Em especial por parte do Timão, que teve um volume de jogo maior que o do adversário.


A presença de Liedson no lugar de Ronaldo deu outra cara ao Corinthians. A equipe deixou de jogar em função de apenas um atleta e viu um atacante bem mais participativo. Correndo de um lado para o outro e procurando espaços entre os zagueiros, Liedson abriu a defesa para a chegada de outros atletas.


Mesmo assim, a primeira boa oportunidade do jogo foi do Paulista. Aproveitando a postura ofensiva do Corinthians, o Galo armou contra-ataque com Baiano. O meia tocou para Rone Dias arriscar de longe. Julio Cesar não alcançou a bola, mas a trave salvou o Timão de levar o primeiro gol em Jundiaí.


O Alvinegro, por sua vez, não se abalou e criou uma série de chances. Tentou com Liedson, Danilo, Jorge Henrique, Ramírez… Mas foi de Alessandro a melhor chance do Timão na etapa inicial. Aos 42 minutos, o lateral-direito recebeu na grande área, sozinho, e mandou por cima do gol de Cristiano.


Na saída para o intervalo, as duas equipes lamentaram a falta de pontaria, mas mostraram satisfação com o número de oportunidades criadas.

Jornal Midiamax