Geral

Shows no Parque: Fiscalização e multa é a solução para Acrissul, opina Paulo Pedra

O vereador Paulo Pedra (PDT) acredita que a inclusão da Expogrande no calendário de exceção da Lei do Silêncio é uma saída viável para contornar a proibição dos shows musicais no Parque Laucídio Coelho, em Campo Grande. Para ele, a prefeitura deveria fiscalizar e multar os organizadores dos eventos que excedessem o limite imposto pela […]

Arquivo Publicado em 08/02/2011, às 12h54

None

O vereador Paulo Pedra (PDT) acredita que a inclusão da Expogrande no calendário de exceção da Lei do Silêncio é uma saída viável para contornar a proibição dos shows musicais no Parque Laucídio Coelho, em Campo Grande. Para ele, a prefeitura deveria fiscalizar e multar os organizadores dos eventos que excedessem o limite imposto pela norma legal. O pedetista também criticou duramente o prefeito Nelsinho Trad, que afirmou que a mudança na lei não resolveria o problema. “O prefeito é um sujeito dissimulado e que não entende de leis”, disparou o ex-aliado de Nelsinho na Câmara.

Por volta das 9h50, já é grande a movimentação de pessoas no plenário, e os vereadores foram convocados a dar início à sessão.

Jornal Midiamax