Geral

Sergio Assis diz desconhecer mudanças no PSB com filiação de Valter Pereira

O presidente regional do PSB, Sérgio Assis, disse que não haverá mudanças na direção regional da sigla com a vinda do ex-senador Valter Pereira para o partido. “É muito bom a vinda de Valter para o partido. É bom que oxigena o partido”, explica. Segundo Assis, o partido não pode fazer eleições para poder escolher […]

Arquivo Publicado em 17/06/2011, às 15h54

None

O presidente regional do PSB, Sérgio Assis, disse que não haverá mudanças na direção regional da sigla com a vinda do ex-senador Valter Pereira para o partido. “É muito bom a vinda de Valter para o partido. É bom que oxigena o partido”, explica.


Segundo Assis, o partido não pode fazer eleições para poder escolher o presidente da sigla. “O PSB só pode fazer congresso para eleger o novo presidente caso tenha conseguido 5% de votos para deputado federal. Aqui eu tive só 2,5% então a executiva nacional que determina quem será presidente.”, argumenta.


Ele explica que os estados de Santa Catarina, Goiás e Mato Grosso do Sul não tem direito a fazer eleições para indicar presidentes em razão de não ter tido o número mínimo de 5% de votos em deputado federal.


Assis argumenta que a Executiva Nacional vai indicar os nomes que presidiram os diretórios estaduais. “Eu acho bom ter oxigenação no partido. Eu não vejo necessidade de mudança de presidente aqui em Mato Grosso do Sul”, avalia.

Jornal Midiamax