Geral

Sem projetos definidos, empresários coreanos avaliam condições para investir em MS

Em visita ao Município, empresários da Coréia do Sul, com trabalhos desenvolvidos no setor de engenharia em vários países, cogitam possibilidade executar projetos em Três Lagoas.

Arquivo Publicado em 18/06/2011, às 14h50

None
1503828834.jpg

Em visita ao Município, empresários da Coréia do Sul, com trabalhos desenvolvidos no setor de engenharia em vários países, cogitam possibilidade executar projetos em Três Lagoas.

Onze empresários do Grupo Dohwa Engenharia, da Coréia do Sul, estiveram em Três Lagoas na última quinta-feira (16) avaliando a possibilidade de implantar empreendimentos na Cidade.



Segundo o presidente da Câmara Brasil – Ásia, porta-voz e intérprete da comitiva, Alex Chung, não há projetos definidos, porém a visita ao Município pôde demonstrar que os ramos de atuação do Grupo se encaixam no perfil de Três Lagoas.


“Viemos mostrar projetos concluídos por nós em outros países e que estão em pleno funcionamento. Pelo que sabemos de Três Lagoas, as áreas de ferrovia e portuária estão sendo exploradas, e é exatamente nesses segmentos que se enquadram nossos projetos”, disse Alex Chung.



O porta-voz disse ainda que ainda não há um valor estimado a ser investido.



“Não temos um valor estimado para investirmos, até mesmo porque ainda não temos um projeto definido para ser executado e nem fechamos parceria. O que temos é uma projeção do governo coreano em investir no Estado. Esse valor pode chegar a R$ 5 bilhões, mas não é nada concreto”, disse Chung.



A reunião foi no gabinete da Prefeita, Márcia Moura (PMDB). Participaram do encontro com os empresários, a chefe do executivo municipal, a vice-governadora, Simone Tebet (PMDB) e o secretário de desenvolvimento econômico, Marco Garcia.


Projetos



Os sul-coreanos expuseram detalhes de projetos desenvolvidos pelo Grupo. Entre eles, uma linha de montagem de ônibus, com captação de energia natural, e que dispensa motorista. O modelo é guiado por controle remoto através de sensores.



Outro projeto referia-se a construção de cidades planejadas, com interligação entre os setores de indústria e comércio através de sistemas inteligentes.



“Entregamos o projeto pronto. Com sistema de saúde e educação funcionando. Cuidamos das minúcias que compõe uma cidade em pleno funcionamento”, ressaltou Alex Chung.



Além desses projetos, também foi apresentado o de um Resort. Ao qual outro grupo coreano estaria interessado em construir em Três Lagoas.



De acordo com o porta-voz, o grupo já havia sinalizado interesse nesse tipo de investimento em Três Lagoas, uma vez que tiveram conhecimento da abundância de águas e riquezas naturais.



Dohwa



O Grupo DOHWA, fundado em 1957, na Coreia do Sul, atua em projetos no setor de engenharia, em 19 segmentos.

Seus trabalhos podem ser conferidos no Congo, na Bolívia, no Azerbaijão e na China. Na Coréia do Sul, 20% dos projetos e a construção dos metrôs foram feitos pela empresa.

Jornal Midiamax