Geral

Secretário de Turismo de Bonito defende discussão sobre mudança de nome do Estado

A mudança do nome de Mato Grosso do Sul voltou à pauta depois de uma gafe em novela; cidade de Bonito surgiu em diálogo como se fosse município de MT

Arquivo Publicado em 27/01/2011, às 16h50

None

A mudança do nome de Mato Grosso do Sul voltou à pauta depois de uma gafe em novela; cidade de Bonito surgiu em diálogo como se fosse município de MT

Augusto Mariano, secretário de turismo de Bonito, cidade eleita nove vezes melhor destino de ecoturismo brasileiro, afirmou defender uma “discussão ampla e desprendida de emoções” sobre a possível mudança de nome de Mato Grosso do Sul.


“Bonito e Pantanal são mais conhecidos no Brasil e no mundo que o nome de Mato Grosso do Sul, e isso é complicado para o Estado. O que deve ocorrer é um debate, sem focar emoções ou saudosismos, onde vamos analisar os prejuízos da confusão entre os estados irmãos, aí depois podemos pensar na mudança de nome”, analisa Augusto Mariano.


Mesmo com a possível troca nominal Mariano propõe que o governo estadual realize um trabalho de divulgação do nome do estado, para “massificar a marca da região” no Brasil. Trabalho, segundo ele, não realizado até o momento.


A mudança do nome de Mato Grosso do Sul voltou à pauta depois de uma gafe da Rede Globo, em um diálogo da novela “Insensato Coração” entre as personagens Luciana (Fernanda Machado) e Pedro (Eriberto Leão) que deu a entender que a cidade sul-mato-grossense de Bonito, a mais importante riqueza turística da região, ficaria no Mato Grosso.


O secretário de turismo informou que enviou um ofício a Rede Globo manifestando a posição da cidade de Bonito e exaltando suas qualidades como referência em ecoturismo e ressaltando o “orgulho de fazer parte do Mato Grosso do Sul”, e não do Mato Grosso.

Jornal Midiamax