Geral

PSDB pede saída de Lupi após nova denúncia

Após nova denúncia de que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi (PDT), teria utilizado um avião  privado – alugado pelo fundador das organizações não-governamentais (ONGs) Fundação Pró-Cerrado e a Renapsi – o líder do PSDB na Câmara, Duarte Nogueira (PSDB-SP), defendeu neste sábado o afastamento imediato do auxiliar da presidente Dilma Rousseff. Reportagem da revista […]

Arquivo Publicado em 12/11/2011, às 17h13

None


Após nova denúncia de que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi (PDT), teria utilizado um avião  privado – alugado pelo fundador das organizações não-governamentais (ONGs) Fundação Pró-Cerrado e a Renapsi – o líder do PSDB na Câmara, Duarte Nogueira (PSDB-SP), defendeu neste sábado o afastamento imediato do auxiliar da presidente Dilma Rousseff.


Reportagem da revista Veja deste fim de semana aponta que, após a viagem de Lupi no jatinho, Adair Meira, que coordena as ONGs, ganhou um contrato com a pasta comandada pelo ministro pedetista.


Ao comentar a nova denúncia, Duarte Nogueira disse que Lupi viola o Código da Alta Administração Pública Federal, que estabelece regras e condutas éticas para agentes públicos e afirmou que a nova denúncia é complica a situação do ministro.


“A denúncia é mais um complicador para o ministro. Não há mais condições de o ministro continuar no cargo com essa enxurrada de denúncias”, comentou o parlamentar.


Para o presidente nacional do Democratas, José Agripino Maia, ainda que uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) tenha sido concluída em 2010, os requerimentos para convocação de autoridades envolvidas em supostos desvios de recursos públicos por meio de ONGs sempre foram derrotados pela ampla maioria governista.


“Evitaram que a CPI esclarecesse os escândalos que, por enquanto, estouraram nos ministérios do Esporte e do Trabalho. É uma mistura de lavagem e mensalão”, resumiu o dirigente.

Jornal Midiamax