Geral

Programa de Resgate do Civismo volta para as escolas de MS

O Ciclo 2011 do Programa de Resgate do Civismo nas Escolas (Proerces) começa esta semana, já na manhã de hoje (21), os policiais da patrulha comunitária do 1º Batalhão de Polícia Militar tiveram o primeiro contato com os alunos da Escola Estadual Joaquim Murtinho e passaram orientações em palestras sobre civismo e combate à discriminação. […]

Arquivo Publicado em 21/03/2011, às 15h53

None

O Ciclo 2011 do Programa de Resgate do Civismo nas Escolas (Proerces) começa esta semana, já na manhã de hoje (21), os policiais da patrulha comunitária do 1º Batalhão de Polícia Militar tiveram o primeiro contato com os alunos da Escola Estadual Joaquim Murtinho e passaram orientações em palestras sobre civismo e combate à discriminação.

Amanhã (22), acontece a abertura oficial com a apresentação de trabalhos escolares sobre o tema, atividades cívicas e culturais e divulgação do trabalho da PMMS.

“Nossa intenção é orientar os estudantes sobre a importância da educação cívica, dos hinos e símbolos e sobre o trabalho da Polícia Militar. Escolhemos esta semana para retomar o projeto por causa do Dia Internacional de Combate à Discriminação Racial”, disse o coordenador do projeto 1º sargento PM Gilson.

O Proerces conta com a parceria da comunidade, das redes de ensino e entidades da sociedade civil e atua nas escolas situadas na área do 1º BPM: regiões central, Lagoa e Imbirussu. O trabalho ocorre durante dois dias. No primeiro, os policiais militares explanam sobre os símbolos nacionais, hinos, civismo e outros temas de interesse dos estudantes. No segundo, há um ato cívico com hasteamento das bandeiras, execução de hinos e apresentações sobre os assuntos abordados nas palestras.

PROJETO

O Proerces é mais um projeto de aplicação da filosofia de policiamento comunitário com interação e aproximação PM/sociedade. A ideia tem sido bem recebida pela comunidade escolar e resultado em maior número de denúncias e reclamações por parte dos moradores da área atendida pelo 1º BPM. Com isso, a PM está podendo direcionar melhor as ações na região. Outra vantagem é a mudança de comportamento dos alunos que passam a ter um novo referencial após o aprendido nas palestras.

Jornal Midiamax