Geral

Produtor rural é multado em R$ 7.500 por destruição de mata ciliar

A Polícia Militar Ambiental (PMA), de Bataguassu multou o produtor rural Valter Gimenez, 56, proprietário da Fazenda Santo Cristo na tarde de terça (25) em R$ 7.500 por destruição de mata ciliar. Há um mês a PMA havia notificado o fazendeiro a apresentar um Plano de Recuperação de Área Degradada – PRAD, para a recuperação […]

Arquivo Publicado em 26/01/2011, às 13h55

None

A Polícia Militar Ambiental (PMA), de Bataguassu multou o produtor rural Valter Gimenez, 56, proprietário da Fazenda Santo Cristo na tarde de terça (25) em R$ 7.500 por destruição de mata ciliar.

Há um mês a PMA havia notificado o fazendeiro a apresentar um Plano de Recuperação de Área Degradada – PRAD, para a recuperação de uma área de 1,2 hectares de matas ciliares (Área de Preservação Permanente-APP) do córrego Guassu, que corta a propriedade.

A destruição provocou assoreamento do curso d’água, devido às erosões causadas pela retirada da vegetação. De acordo com a polícia o proprietário não deu atenção à notificação e não tomou nenhuma medida em relação à degradação.

Diante disso foi lavrado um auto de infração administrativo e multa de R$ 7.500 contra o produtor. Ele ainda responderá por crime ambiental, que tem pena de detenção, de um a três anos de detenção.

Jornal Midiamax