Geral

Prefeitura da Capital faz ciclo de palestras em homenagem aos trabalhadores

A Prefeitura de Campo Grande realiza nesta segunda-feira (02), em homenagem ao dia do trabalhador, a palestra “Direito do Trabalho e Acesso a Justiça”, com o juiz Dr. João Marcelo Balsaneli do Tribunal Regional do Trabalho da 24° Região. O evento ocorre no teatro do horto florestal das 08 às 11 horas, no Horto Florestal, […]

Arquivo Publicado em 02/05/2011, às 12h18

None

A Prefeitura de Campo Grande realiza nesta segunda-feira (02), em homenagem ao dia do trabalhador, a palestra “Direito do Trabalho e Acesso a Justiça”, com o juiz Dr. João Marcelo Balsaneli do Tribunal Regional do Trabalho da 24° Região. O evento ocorre no teatro do horto florestal das 08 às 11 horas, no Horto Florestal, em Campo Grande.

Segundo o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), explicou que esse evento o é destinado aos 515 trabalhadores que participaram dos cursos de Qualificação Social e Profissional do Programa Planteq, realizado com recursos do Ministério do Trabalho e Emprego e da Prefeitura Municipal de Campo Grande. A palestra integra os conteúdos programados para os cursos com conhecimentos básicos, a qual visa ampliar os aspectos de cidadania e legislação dos trabalhadores. “Nos temos priorizado os cursos qualificastes na Funsat para dar mais oportunidade para a população a conseguir uma emprego melhor no mercado de trabalho”, explica

Ele explica que quando é perguntado qual é a obra que marcou o seu governo ele argumenta que não é a Via Morena, a nova rodoviária e nem a Orla Morena e sim a que marca a população como cursos de qualificação.

De acordo com a aluna Mayara Fernandes, esse curso é muito importante para ajudar a arranjar um emprego melhor pagando um pouquinho mais. “ Quando eu mostro que tenho esses cursos fica mais fácil arrumar emprego, pois os patrões confiam e já contratam.Eu já to empregada e nem terminei o curso ainda”, argumenta.

O Plano Territorial de Qualificação (PlanTeQ) tem objetivo de promover a qualificação profissional buscando a inserção do cidadão no mercado de trabalho, incentivando a elevação da escolaridade dos participantes por meio de políticas públicas de educação, inclusão social, redução da pobreza e elevação da produtividade. Os cursos são oferecidos de forma gratuita às pessoas maiores de 18 anos com renda familiar mensal, máxima por pessoa, de até 01(hum) salário mínimo e meio, na condição de desempregado ou sem ocupação, com escolaridade comprovada para cada curso oferecido.

Cabe destacar que os cursos possuem a carga horária média de 200 horas, distribuídas 80% de conteúdos específicos e 20% de conteúdos básicos, estes abrangendo elevação do nível escolar, aspectos de cidadania, ética profissional, legislação, meio ambiente, gênero e etnia.

Os trabalhadores serão qualificados nos setores de Serviço, Comércio, Indústria e Construção Civil com formação nas áreas de: Auxiliar Financeiro, Atendente de Comércio, Costura Industrial Básico, Costura Industrial Avançado, Instalador Elétrico Predial, Manutenção e Montagem de Micro Computadores, Operador de Supermercado e Pintor Residencial e Gesseiro.

Já o trabalhador que obter 75% de freqüência às ações e aproveitamento dentro dos critérios estipulados receberá o certificado de qualificação profissional pela Funsat e Plano Nacional de Qualificação – PNQ. Os alunos receberam gratuitamente, todo o material didático (lápis, borracha, caderno, apontador, caneta, etc.), além de apostilas, vale transporte, lanche diário, camisetas e mochila e todo material necessário para as aulas práticas.

Jornal Midiamax