Geral

Portadores da síndrome de down podem ter exame gratuito em MS

Os recém-nascidos portadores da síndrome de down em Mato Grosso do Sul poderão fazer o exame de ecocardiograma gratuitamente, é o que prevê o projeto de lei apresentado na sessão desta terça-feira (10) pelo deputado estadual Zé Teixeira (DEM). As doenças cardíacas congênitas é uma das principais causas da morte precoce das crianças portadoras da […]

Arquivo Publicado em 11/05/2011, às 10h08

None

Os recém-nascidos portadores da síndrome de down em Mato Grosso do Sul poderão fazer o exame de ecocardiograma gratuitamente, é o que prevê o projeto de lei apresentado na sessão desta terça-feira (10) pelo deputado estadual Zé Teixeira (DEM).


As doenças cardíacas congênitas é uma das principais causas da morte precoce das crianças portadoras da síndrome de down. Através do ecocardiograma, exame não invasivo, é possível avaliar as condições cardiovasculares do recém-nascido e encaminhá-lo ao Serviço de Estimulação e Habilitação, composto por fisioterapia, fonoterapia e terapia ocupacional.


A fundadora da Sociedade Educacional Juliano Varela, Malu Fernandes, disse que as mães aguardam um longo tempo nas filas para conseguirem realizar o exame em seus bebês, e enquanto isso sofrem por não saberem se o bebê apresenta problema cardíaco. “Quanto antes ser diagnosticado o problema, mais cedo a criança começa a ser estimulada e correrá menor risco de morrer”, acrescentou.


Malu contou que cerca de 70% das crianças que frequentam a entidade nasceram com algum comprometimento cardíaco. O ecocardiograma é o exame mais indicado para detectar problemas anatômicos como a comunicação interventricular (CIV). “Este projeto é de maior importância para as mães que têm filhos com a síndrome de down”.

Jornal Midiamax