Geral

PM teria usado balas de borracha para conter tumulto na Afonso Pena, dizem torcedores

Corintianos fecharam a avenida nos dois sentidos e a PM precisou ser acionada para liberar o trânsito. Em meio aos gritos de “é campeão”, o Midiamax presenciou uma garrafa de vidro sendo atirada em direção aos policiais.

Arquivo Publicado em 04/12/2011, às 22h30

None
225281964.jpg

Corintianos fecharam a avenida nos dois sentidos e a PM precisou ser acionada para liberar o trânsito. Em meio aos gritos de “é campeão”, o Midiamax presenciou uma garrafa de vidro sendo atirada em direção aos policiais.

Um início de tumulto foi contido pela PM (Polícia Militar) na noite deste domingo (04) em uma conveniência na esquina da Rua Rio Grande do Sul com o Avenida Afonso Pena, região central de Campo Grande. Torcedores disseram que os militares usaram bombas de gás e balas de borracha.


No local, centenas de torcedores do Corinthians comemoram o pentacampeonato Brasileiro da equipe, conquistado esta tarde após empate em 0 a 0 com o Palmeiras em São Paulo (SP).


“Os caras já vieram atirando e soltando bombas em nós”, bradou um torcedor, apontando para um militar da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) que conversava com um rapaz. Ele teria sido atingido por um tiro.


Torcedores fecharam a Avenida Afonso Pena nos dois sentidos. Um congestionamento se formou e a PM precisou ser acionada para liberar o trânsito. Em meio aos gritos de “é campeão”, o Midiamax presenciou uma garrafa de vidro sendo atirada em direção aos policiais.


Um homem de 42 anos foi levado até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro após desacatar um policial.


O trânsito em ambas as vias é lento neste momento e três viaturas estão no local. Nenhum militar quis falar.

Jornal Midiamax