Geral

Petrobras confirma incêndio ocorrido há 8 dias em plataforma da Bacia de Campos

A Petrobras confirmou nesta quinta-feira (27) que um incêndio ocorrido no último dia 19 paralisou a produção da plataforma Cherne 2 (PCH-2). Segundo nota divulgada pela companhia, a paralisação foi motivada pela necessidade de apurar as causas do incêndio ocorrido no módulo de bombas de transferência de óleo. Na nota, a estatal informa que não […]

Arquivo Publicado em 27/01/2011, às 22h54

None

A Petrobras confirmou nesta quinta-feira (27) que um incêndio ocorrido no último dia 19 paralisou a produção da plataforma Cherne 2 (PCH-2). Segundo nota divulgada pela companhia, a paralisação foi motivada pela necessidade de apurar as causas do incêndio ocorrido no módulo de bombas de transferência de óleo.


Na nota, a estatal informa que não houve feridos no incêndio nem danos ao meio ambiente. No momento do acidente, segundo a Petrobras, a produção da plataforma era de 9,3 mil barris por dia, o equivalente a menos de 0,5% da produção total da empresa no país. Enquanto trabalha para restabelecer as condições de operação da área afetada, a Petrobras aguarda uma nova perícia já encomendada à Marinha.


“Esse procedimento deverá ser feito por equipe de vistoriadores e inspetores navais a partir do dia 1º de fevereiro, quando a plataforma estará pronta para retomar suas operações”, informou a Petrobras em nota.


A estatal garantiu que a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e a Marinha do Brasil foram notificadas logo após o incêndio. “No dia 20, oficiais da Marinha fizeram uma vistoria a bordo da unidade e a companhia já constituiu uma comissão para apurar as causas do acidente, que conta com a participação de técnicos de várias especialidades, de representantes da CIPA e do Sindipetro do Norte Fluminense”, disse a nota.

Jornal Midiamax