Geral

Pedreiro é assassinado com quatro tiros em bar no interior de Mato Grosso do Sul

O pedreiro Sílvio Cezar Rosa Gama, de 32 anos, foi morto a tiros por volta de 20h30min, desta quarta-feira (16), no bar Esquina Livre, no bairro Vila Bela, em Coxim, em frente à escola Clarice Rondon. O proprietário do estabelecimento, Abádio de Oliveira, de 46 anos, contou que Sílvio estava sentado sobre uma mesa de […]

Arquivo Publicado em 17/03/2011, às 09h58

None

O pedreiro Sílvio Cezar Rosa Gama, de 32 anos, foi morto a tiros por volta de 20h30min, desta quarta-feira (16), no bar Esquina Livre, no bairro Vila Bela, em Coxim, em frente à escola Clarice Rondon.

O proprietário do estabelecimento, Abádio de Oliveira, de 46 anos, contou que Sílvio estava sentado sobre uma mesa de sinuca, quando apareceram dois indivíduos e começaram disparar contra ele.

O pedreiro e outras pessoas que estavam no bar, saíram correndo para os fundos de uma residência, os autores foram até onde Sílvio estava e efetuaram mais alguns tiros. No total Sílvio recebeu quatro tiros, um atrás da orelha direita, um nas costas, um no abdômen e outro na perna esquerda. Ele não resistiu aos ferimentos e caiu sobre uma caixa de papelão, aonde veio a óbito.

Os criminosos ainda arrombaram a casa do vizinho do bar para ver se alguma pessoa que estava no estabelecimento e que pudesse ter testemunhado o crime estava escondido. Após a revista fugiram do local.

A Polícia Militar (PM) isolou o estabelecimento até que perícia efetuasse o trabalho. Possivelmente a arma utilizada na execução foi um revólver calibre 38.

O corpo de Sílvio foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal), em Coxim, onde passa por uma necropsia. Somente após esse procedimento o corpo deve ser liberado para o velório.

Jornal Midiamax