Geral

Paulo Duarte promete oposição sem “mágoa, rancor ou ódio”

O petista Paulo Duarte disse em seu discurso de posse dos 24 deputados estaduais que nos próximos quatros anos ele e sua bancada devem impor uma oposição ao governo estadual “sem mágoa, rancor ou ódio”. A solenidade, participada pelo governador André Puccinelli, do PMDB, acontece no auditório principal da Assembleia Legislativa. Discursam representantes da situação […]

Arquivo Publicado em 01/02/2011, às 13h50

None

O petista Paulo Duarte disse em seu discurso de posse dos 24 deputados estaduais que nos próximos quatros anos ele e sua bancada devem impor uma oposição ao governo estadual “sem mágoa, rancor ou ódio”.

A solenidade, participada pelo governador André Puccinelli, do PMDB, acontece no auditório principal da Assembleia Legislativa.

Discursam representantes da situação e da oposição. Dos 24 deputados eleitos, 19 são aliados do governo.

Duarte disse que fará uma oposição “consciente”, mas não detalhou de que maneira isso vai acontecer. Ele elogiou o TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) e recordou das ações judiciais tocadas pela oposição na gestão passada.

Deu como exemplos de questões ganhas, a modificação na Lei da Pesca e a suspensão de uma taxa que o governo queria cobrar para licenciar carros novos.

O parlamentar citou ainda o debate ressurgido no início deste ano acerca da troca do nome de Mato Grosso do Sul. “É preciso acabar banir essa ignorância geográfica em nosso país”, disse ele referindo-se às gafes da mídia nacional que costuma trocar com frequência o nome de Mato Grosso do Sul por Mato Grosso.

Jornal Midiamax