Geral

Paranaibense finaliza e honra atletas de MS no primeiro Cage Brasil

A noite deste sábado (14) no Rádio Clube Campo não foi feliz para os lutadores sul-mato-grossenses que disputaram a 1ª edição do Cage Brasil Championship, evento de MMA (Mixed Martial Arts) com as mesmas regras e dimensões de octagon do UFC (Ultimate Fighting Championship). Das sete lutas envolvendo atletas locais contra lutadores de fora do […]

Arquivo Publicado em 16/05/2011, às 01h13

None

A noite deste sábado (14) no Rádio Clube Campo não foi feliz para os lutadores sul-mato-grossenses que disputaram a 1ª edição do Cage Brasil Championship, evento de MMA (Mixed Martial Arts) com as mesmas regras e dimensões de octagon do UFC (Ultimate Fighting Championship).


Das sete lutas envolvendo atletas locais contra lutadores de fora do Estado, apenas Pábulo Vitor conseguiu vencer. Já na luta internacional da noite, o campo-grandense Michel Igenho sofreu com a maior envergadura do francês Johnny Frachey e acabou sendo nocauteado no 2º round da luta, para tristeza das aproximadamente 2 mil pessoas que prestigiaram o Cage.


Apelidado pela torcida de “Cascão”, por conta de seu cabelo, Pábulo Vitor foi um show a parte. Logo em sua entrada no ginásio, o atleta escolheu um hit da internet do grupo Avassaladores, cantado no estilo sertanejo. Pelo seu físico, em comparação com o de seu oponente Johnny “Cyborg”, a torcida não colocou muita confiança no sul-mato-grossense. A luta ainda começou desfavorável para o atleta de MS, que tomou golpes contundentes de seu adversário, mas com um plano traçado, ele derrubou Cyborg, rapidamente montou e finalizou a luta com um armlock (chave de braço), para delírio da torcida.


“No chão é minha praia”, destacou Pábulo após a luta. “A emoção é muito grande de vencer, espero contribuir para que cada vez mais lutadores de MS vençam em eventos como esse”, completou. Sobre seu cabelo, o atleta, natural de Paranaíba (MS), diz que é sua marca registrada desde a infância. “Uso a muito tempo, desde muleque”, afirmou. Com relação ao seu novo apelido de Cascão, o lutador diz que tudo depende da torcida. “Gostei do carinho do público, e se o povo gostou que assim seja”, finalizou.


Nas lutas envolvendo apenas atletas sul-mato-grossenses, destaque para as vitórias de Gilmar Sanches e Elvio Valadão. Num combate muito movimentado, Sanches “nocauteou em pé” o lutador Diego Dilon, obrigando o árbitro a parar a luta. Já Valadão, graças a um cruzado de direita, conseguiu o nocaute mais rápido da noite contra o carateca Diogo Luciano, com apenas 49 segundos.


Já nos combates envolvendo disputa de cinturões, Bruno “Macaco” precisou de pouco mais de um minuto para finalizar Joemerson Leite e levar o título da categoria até 56kg para o Distrito Federal. E numa luta cheia de provocações durante o combate, mas sem muita ação, Bira Lima levou o cinturão da categoria até 120kg para o Pará após desistência de Buga, do Distrito Federal.


Confira todos os resultados do evento:


Erivaldo Santos (RFT-RJ) finalizou Kauê Bilu (Garras de Tigre-MS) por estrangulamento no 1º round
Fabio Arara (CMT-RJ) venceu Dennerval de Oliveira (Iron-MS) por desistência no 1º round
Franklin Jansen (Fight Company/RFT Sul-SC) venceu Marcio Breno na decisão unânime por pontos
Bruno “Macaco” (FFT/Nova União-DF) finalizou Joemerson Leite (Dragão Branco-MS) com um armlock no 1º round
Gilmar Sanches (Claudionor Cardoso-MS) venceu Diego Dilon (Dragão Branco-MS) por nocaute técnico no 1º round
Ronildo Braga (Ronildo Team-DF) venceu Bruno “Ceará” na decisão unânime por pontos
Ricardo Tirloni (Ricardo Tirloni Team-SC) venceu Taedes Mendonça (Iron-MS) na decisão dividida dos árbitros
Johnny Frachey (Flávio Santiago Team-RJ) venceu Michel Igenho por nocaute no 2º round
Elvio Valadão (Octagon Fight-MS) venceu Diogo Luciano por nocaute no 1º round
Pábulo “Cascão” Vítor (Claudionor Cardoso-MS) finalizou Johnny “Cyborg” (RFT-RJ) com um armlock no 1º round
Valter Luís (Equipe Motta-SP) venceu Edgar Massara (Five Rounds-DF) por nocaute técnico no 1º round
Bira Lima (Ulysses Pereira Team-PA) venceu Buga (FFT/Nova União-DF) por desistência no 2º round

Jornal Midiamax