Solta, mas constantemente monitorada. Quem diria que agora a onça pintada que ganhou fama de “fujona” após escapar duas vezes do Cras (Centro de Recuperação de Animais Silvestres), no Parque dos Poderes, em Campo Grande, está finalmente em seu habitat natural?

Uma equipe de técnicos libertou a onça numa mata na manhã desta terça-feira (30). O local de soltura não foi informado, mas a única pista que deram sobre o seu paradeiro é que se trata de uma área que respeita sua origem genética, possui vegetação de serrado, e não é o Pantanal.

“Reunimos uma equipe de especialistas porque não é uma questão rotineira. Tivemos que analisar o máximo de informação possível para podermos reintroduzir o animal no seu habitat natural”, explicou o Diretor de Desenvolvimento do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) Roberto Gonçalves, durante coletiva de imprensa realizada hoje (30), no Crass.

Monitoramento

A onça é o primeiro animal do país monitorado por um rádio transmissor que tem GPS e permite acompanhar sua movimentação via satélite, podendo ser rastreada a qualquer hora e distância. “Existem outras formas de monitoramento sendo feitas pelo país, mas este é o que há de mais moderno até agora, podendo ser acompanhado em tempo real”, destacou Peter Crawshaw, biólogo e Analista de Ambiente do Cenap (Centro Nacional de Pesquisa para Conservação de Predadores Naturais).

Atualmente, a onça pintada tem 1 ano e 4 meses e possui 58 kg, sendo que ela deve procriar a partir dos 2 anos de idade, se encontrar um macho compatível. “Tudo será monitorado periodicamente e se ela se reproduzir futuramente, significa que o nosso experimento deu certo”, concluiu Peter.

Onça fujona

A onça-pintada havia fugido do Cras de Campo Grande, no dia 29 de outubro de 2010 e resgatada no dia 28 do mesmo mês, mas conseguiu fugir novamente na madrugada do dia 30.

Após várias buscas e mobilização de equipes, finalmente, ela foi recapturada no dia 12 de fevereiro deste ano, por uma das sete armadilhas instaladas pelo Cras, na reserva do Parque do Prosa.