Geral

Nove municípios decretam calamidade pública em PE

O grande volume de chuva que atingiu o Estado de Pernambuco na última semana já provocou o decreto de calamidade pública em nove cidades. Os municípios afetados são: Água Preta, Barreiros, Catende, Cortês, Jaqueira, Maraial, Palmares, Primavera e Xexéu. A informação foi divulgada pela Codecipe (Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco) neste domingo (8). O […]

Arquivo Publicado em 08/05/2011, às 15h26

None

O grande volume de chuva que atingiu o Estado de Pernambuco na última semana já provocou o decreto de calamidade pública em nove cidades. Os municípios afetados são: Água Preta, Barreiros, Catende, Cortês, Jaqueira, Maraial, Palmares, Primavera e Xexéu. A informação foi divulgada pela Codecipe (Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco) neste domingo (8).

O órgão afirma que o número de cidades atingidas subiu para 55; as quais 26 estão em situação de emergência.

Há 4.953 famílias desabrigadas (pessoas que perderam tudo e tiveram que ser instaladas em abrigos) e outras 10.193 desalojadas (pessoas que deixaram suas residências e foram para casas de amigos ou parentes). Para atender a população afetada, foram instalados 227 abrigos públicos.

Além disso, o governo de Pernambuco distribuiu 4.410 colchões, 11.186 cestas básicas, 3.050 cestas de pronto consumo, 3.330 cobertores e 40 mil litros de água mineral.

Duas pessoas já morreram por causa das chuvas. Um homem de 47 anos, morador da zona rural do município de Jaqueira, morreu na terça-feira (3) devido a um deslizamento de barreira sobre sua casa.
Na segunda-feira (2), uma mulher de 21 anos foi soterrada quando uma barreira caiu sobre sua residência, no bairro dos Estados, no município metropolitano de Camaragibe.

Barragens

No fim da quinta-feira (5), a presidente Dilma Rousseff anunciou a liberação de R$ 650 milhões para a construção de cinco barragens na bacia do rio Una. A medida foi tomada após uma conversa com o governador do Estado, Eduardo Campos (PSB).

A data de início das construções e o prazo de entrega não foram divulgados. A bacia compreende municípios como Palmares, Joaquim Nabuco, Agrestina, Catende, Água Preta e Xexéu. A medida foi anunciada no mesmo dia em que foi divulgado o rompimento da barragem de Pedro Moura Junior, mais conhecida como Ipojuca, em Belo Jardim.

Jornal Midiamax