Geral

Musa do MMA: “fazer sexo é igual a uma luta no octógono”

Gina Carano, estrela do MMA americano que está fora do octógono há mais de dois anos, deu declarações polêmicas para a Bullet Magazine sobre o seu passado na modalidade, e comparou os confrontos que acumulou durante a carreira contra ex-adversárias aos seus momentos de relações sexuais com parceiros. Sem compromissos com a arte marcial desde […]

Arquivo Publicado em 16/11/2011, às 14h25

None
Gina Carano, estrela do MMA americano que está fora do octógono há mais de dois anos, deu declarações polêmicas para a Bullet Magazine sobre o seu passado na modalidade, e comparou os confrontos que acumulou durante a carreira contra ex-adversárias aos seus momentos de relações sexuais com parceiros.
Sem compromissos com a arte marcial desde 2009, quando perdeu para a brasileira Chris Cyborgue, Gina acumulou uma série de lesões, e nenhuma de várias tentativas para retornar ao octógono deu certo. Desde então, a americana fez participações em seriados e filmes, e após um ensaio fotográfico foi considerada uma das mulheres mais sensuais do mundo.
Na recente polêmica que criou, Gina afirmou sentir uma “conexão estranha” com as pessoas que já lutou e disse que o segredo é a química, que aparece tanto em um confronto como em uma relação sexual.
Para a ex-campeã do Strikeforce, que diz ter total certeza do número de pessoas que já lutou e com quem já fez sexo, cada combate é uma experiência única, assim como a relação sexual. “São coisas realmente iguais”, afirmou.
Jornal Midiamax