Geral

Ministério suspende repasse do Saúde da Família por irregularidade no cadastro

Por causa da duplicidade no cadastro de equipes de profissionais e agentes comunitários, o Ministério da Saúde suspendeu o repasse de verbas do Programa Saúde da Família e outras ações para 302 municípios. A lista das cidades com a transferência suspensa foi publicada na edição de hoje (25) do Diário Oficial da União. Foram encontradas […]

Arquivo Publicado em 26/02/2011, às 01h18

None

Por causa da duplicidade no cadastro de equipes de profissionais e agentes comunitários, o Ministério da Saúde suspendeu o repasse de verbas do Programa Saúde da Família e outras ações para 302 municípios.


A lista das cidades com a transferência suspensa foi publicada na edição de hoje (25) do Diário Oficial da União. Foram encontradas irregularidades nos registros de 267 equipes do Saúde da Família, 237 do Saúde Bucal e 1.911 agentes comunitários.


De acordo com o ministério, os municípios deixarão de receber os recursos referentes às equipes com irregularidades, o que não significa a interrupção dos programas. A normalização do repasse só ocorrerá somente após os gestores comprovarem a solução do problema.


Segundo o ministério, atualmente, existem 31.660 equipes do Saúde da Família, 20.424 do Saúde Bucal e 244.883 agentes.

Jornal Midiamax