Geral

Ministério da Saúde: homens morrem 4 vezes mais no trânsito

O Ministério da Saúde, com base nos dados do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), divulgou nesta quinta-feira que o número de homens que morrem no trânsito é quatro vezes maior do que o de mulheres. Só em 2009, 30.631 homens (81,4%) e 6.496 mulheres (18,4%) perderam a vida em vias. As principais vítimas fatais […]

Arquivo Publicado em 22/09/2011, às 22h37

None

O Ministério da Saúde, com base nos dados do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), divulgou nesta quinta-feira que o número de homens que morrem no trânsito é quatro vezes maior do que o de mulheres. Só em 2009, 30.631 homens (81,4%) e 6.496 mulheres (18,4%) perderam a vida em vias.


As principais vítimas fatais de acidentes são pessoas de 20 a 39 anos, faixa etária de 45,5% (17.128) do total de óbitos em 2009, sendo que 86% (14.776) eram homens. Dados da pesquisa Vigitel 2010, sobre indicadores de saúde do brasileiro, mostram que 3,0% dos homens entrevistados afirmaram ter dirigido após o consumo abusivo de bebida alcoólica, enquanto entre as mulheres esse percentual foi de 0,2%.


“O homem é mais vulnerável porque está mais exposto, tanto pelo comportamento, em muitas situações, mais agressivo ao dirigir, quanto pela associação com fatores de risco, como o excesso de velocidade e associação entre álcool e direção”, disse Marta Silva, coordenadora de Vigilância e Prevenção de Violências e Acidentes do Ministério da Saúde.


Ela acrescenta dizendo que, aliado ao consumo de bebidas alcoólicas e à alta velocidade, soma-se o aumento da frota, especialmente de motocicletas, meio de transporte utilizado por 9.268 dos 37.594 mil brasileiros que perderam a vida no trânsito em 2009, o que equivale a 24,6% do total de óbitos naquele ano.


O levantamento aponta que 37.594 brasileiros foram vítimas fatais no trânsito do país em 2009, 679 mortes a menos que em 2008, quando foram registrados 38.273 óbitos.

Jornal Midiamax