Geral

Leandro Damião faz 3, Inter bate Pelotas e vai às quartas

O Internacional sofreu, mas bateu o Pelotas por 3 a 2 neste domingo, no Beira-Rio, confirmando a sua classificação para as quartas de final da Taça Piratini, primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Leandro Damião, com três gols, garantiu o triunfo colorado, que agora volta as suas atenções para a Copa Libertadores: na próxima quarta, os […]

Arquivo Publicado em 13/02/2011, às 23h05

None

O Internacional sofreu, mas bateu o Pelotas por 3 a 2 neste domingo, no Beira-Rio, confirmando a sua classificação para as quartas de final da Taça Piratini, primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Leandro Damião, com três gols, garantiu o triunfo colorado, que agora volta as suas atenções para a Copa Libertadores: na próxima quarta, os comandados de Celso Roth encaram o Emelec em Guayaquil.


O jogo desta tarde marcou a estreia do meia argentino Cavenaghi com a camisa colorada. O jogador entrou no lugar de Tinga no intervalo. Com o resultado, o Inter terminou a fase inicial com 15 pontos, em segundo do Grupo A – o Caxias somou 16. terceiro colocado do Grupo B, o Cruzeiro será o rival da equipe nas quartas. O Pelotas ficou com oito e acabou eliminado.


O jogo


Apostando nos contra-ataques, o Pelotas não demorou para abrir o placar: logo aos 3min, Tiago Duarte aproveitou os espaços deixados pela defesa colorada, recebeu em boas condições na área e balançou as redes.


Pressionados também pela derrota na rodada interior, para o Veranópolis, os titulares do Inter passaram a apostar nas jogadas de bola parada, já que as tabelas pelo chão não vinham obtendo sucesso. Foi assim, aos 24min, que Leandro Damião aproveitou cruzamento de Kleber e empatou.


No segundo tempo, o volante Tinga cedeu seu lugar a Cavenaghi, que fez sua estreia pelo clube gaúcho. Logo aos 7min, a virada veio dos pés de outro argentino: D’Alessandro cruzou da esquerda e Damião bateu de primeira para marcar novamente.


Aos 31min, Damião marcou mais um, aproveitando o bom momento do Inter, que a esta altura já empolgava a antes desconfiada torcida. Ele driblou o goleiro Adinam antes de balançar as redes. O Pelotas pressionou, conseguiu diminuir com João Paulo, mas não foi o suficiente.

Jornal Midiamax