Geral

Ladrões roubam mulher para gastar em shopping

Dois assaltantes foram presos na tarde de quarta-feira (02) em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, logo após assaltar uma mulher no centro da cidade. A dupla acabou presa quando gastava o dinheiro do roubo em um shopping da fronteira. A vítima reconheceu o carro dos marginais em uma loja de equipamentos de som e chamou […]

Arquivo Publicado em 03/02/2011, às 11h42

None

Dois assaltantes foram presos na tarde de quarta-feira (02) em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, logo após assaltar uma mulher no centro da cidade. A dupla acabou presa quando gastava o dinheiro do roubo em um shopping da fronteira.

A vítima reconheceu o carro dos marginais em uma loja de equipamentos de som e chamou a polícia. Foram presos os paraguaios Willer Fidelino Lezcano Jiménez, 20 anos e Rodrigo Esquivel Jiménez, 18 anos, que estavam em um veículo Fiat/Palio, cor cinza escura, placas BBH-038 do Paraguai.

Blanca Zuñida Vera, de 40 anos, disse que havia chegado recentemente da Espanha e estava caminhando com sua mãe, quando os dois homens a abordaram. Eles pararam o carro e o que estava do lado do passageiro desceu e rendeu a vítima, tomando-lhe a bolsa, na qual levava 3 mil euros, cerca de R$ 6 mil.

Após a denúncia da vítima, a polícia paraguaia conseguiu prender os dois suspeitos, que já haviam gastado parte do dinheiro roubado em compras como roupas, calçados e equipamentos de som, que foram encontrados dentro do carro usado no crime, que está registrado em nome da empresa Eurocar S/A.

O primeiro a ser preso foi Rodrigo Jiménez, em poder do qual a polícia apreendeu mil euros (R$ 2 mil). Ele confessou ter participado do assalto e entregou o comparsa, Willer Fidelino, que foi preso e tinha em seu poder 135 dólares (cerca de R$ 230) e 402 mil guaranis (aproximadamente R$ 170).

O veículo foi apreendido para checagem mais detalhada e levado juntamente com os marginais para a 1ª Comissaria de Pedro Juan Caballero, onde os acusados foram colocados à disposição da Fiscalia (Ministério Público) para serem autuados em flagrante por assalto à mão armada.

Jornal Midiamax