Geral

José Alencar volta a se alimentar e está estável, diz boletim

O ex-vice-presidente José Alencar segue “clinicamente estável, sendo submetido a tratamento medicamentoso”, de acordo com boletim médico divulgado pela assessoria de imprensa do Hospital Sírio-Libanês na noite desta segunda-feira (14). Segundo a nota, desde domingo (13) “foi reintroduzida a alimentação”. Alencar permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospit...

Arquivo Publicado em 15/02/2011, às 00h03

None

O ex-vice-presidente José Alencar segue “clinicamente estável, sendo submetido a tratamento medicamentoso”, de acordo com boletim médico divulgado pela assessoria de imprensa do Hospital Sírio-Libanês na noite desta segunda-feira (14). Segundo a nota, desde domingo (13) “foi reintroduzida a alimentação”. Alencar permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. Ele recebeu a visita do ex-deputado federal José Genoíno (PT-SP) nesta segunda. Ao sair, Genoíno disse que Alencar mantém “uma energia fantástica” e que continua lúcido.


Alencar está internado desde quarta-feira (9) por causa de uma perfuração no intestino. Ele luta há anos contra um câncer no abdômen. O estado de saúde do ex-vice-presidente é considerado estável, porém grave. Ele foi submetido no sábado (12) a uma hemodiálise.


O oncologista Paulo Hoff, que acompanha Alencar no hospital, disse também no sábado que os médicos discutiram sobre a possibilidade de transferência para o quarto. “Na realidade, ele apresenta uma estabilidade que até já nos fez discutir a possibilidade de levá-lo ao quarto. Mas, no final, nós optamos, por uma questão de conveniência, de acompanhamento e até de segurança, por mantê-lo pelo menos por enquanto na UTI”, afirmou na ocasião.


O médico afirmou que não há previsão para reiniciar a quimioterapia, suspensa há mais de uma semana. “Nesse momento, o foco é o tratamento do problema que o trouxe, da perfuração. Não temos previsão de iniciar qualquer tipo de quimioterapia”, disse. Hoff contou que o ex-vice-presidente está acompanhado da esposa na UTI. “Ele é um lutador, está acordado e conversa com toda a equipe médica e de enfermagem.”


O ex-vice-presidente havia deixado o hospital no último dia 25 de janeiro para ser um dos homenageados no aniversário de São Paulo, depois de 33 dias de internação. Ele se encontrou na ocasião com a presidente Dilma Rousseff, que entregou a medalha de 25 de Janeiro, no prédio da Prefeitura de São Paulo. No dia seguinte à solenidade, ele recebeu uma autorização da equipe médica do hospital para permanecer em casa. A presidente Dilma já visitou Alencar nesta semana.

Jornal Midiamax