Geral

Jobson marca no fim e Bahia bate o Fluminense no Rio

No reencontro do técnico Abel Braga com a torcida do Fluminense, o time carioca decepcionou: jogou muito mal e perdeu para o Bahia por 1 a 0, neste sábado, no Engenhão, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe das Laranjeiras saiu de campo vaiada. Já o Bahia foi melhor e conquistou sua primeira vitória […]

Arquivo Publicado em 18/06/2011, às 22h47

None

No reencontro do técnico Abel Braga com a torcida do Fluminense, o time carioca decepcionou: jogou muito mal e perdeu para o Bahia por 1 a 0, neste sábado, no Engenhão, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe das Laranjeiras saiu de campo vaiada. Já o Bahia foi melhor e conquistou sua primeira vitória na competição. Com isso, o clube baiano saiu da zona de descenso e agora está com 5 pontos – um a menos que o adversário.

O técnico Abel Braga fez algumas alterações no Fluminense, tentou melhorar o time, mas o primeiro tempo não foi nada animador. Novamente, a equipe tricolor carioca ficou devendo bom futebol, o que irritou a sua torcida.

Já o Bahia, se não foi brilhante, criou a melhor oportunidade até o intervalo. O atacante Junior, que entrou na vaga de Souza nos minutos iniciais, pois este se contundiu, perdeu chance frente a frente com o goleiro Diego Cavalieri, aos 6 minutos. O jogador do Bahia chutou e o camisa 1 impediu que o placar fosse alterado. “Estou tentando dar minha contribuição. Como num jogo de xadrez, estamos vendo o melhor jeito de executar (o adversário)”, disse Junior, que fez sua estreia.

Assim que o árbitro encerrou a primeira etapa, o semblante dos jogadores do Fluminense era de tensão e irritação. A caminho do vestiário, o atacante Fred não quis conceder entrevista. Já o lateral-direito Mariano falou rapidamente e exigiu melhora do time no segundo tempo.

O Fluminense voltou mal para a última etapa e praticamente pediu para sofrer um gol. Mas o Bahia tentou, tentou e não conseguia marcar. Chegou a acertar um chute na trave. A pontaria não estava em dia. Mas, aos 47 minutos, o atacante Jobson balançou a rede.

De positivo na equipe carioca, apenas a boa atuação do goleiro Diego Cavalieri e uma finalização do meia Sousa que explodiu na trave. Muito pouco para quem é o atual campeão brasileiro. O atacante Fred, convocado para a seleção brasileira que vai disputar a Copa América, foi muito hostilizado, pois não rendeu nada.

Ficha técnica

Fluminense 0 x 1 Bahia

Fluminense – Diego Cavalieri; Mariano, Gum, Márcio Rosário e Carlinhos (Marquinho); Edinho, Valencia, Souza e Conca (Mateus Carvalho); Ciro (Rafael Moura) e Fred. Técnico: Abel Braga.

Bahia – Marcelo Lomba; Jancarlos (Marcos), Titi, Paulo Miranda e Ávine; Marcone, Fahel, Diones e Carlos Alberto (Lulinha); Jobson e Souza (Junior). Técnico: René Simões.

Gol – Jobson, aos 47 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos – Ciro e Gum (Fluminense); Fahel, Titi e Carlos Alberto (Bahia).

Árbitro – Alício Pena Júnior (MG).

Renda – Não disponível.

Público – 6.827 pagantes.

Local – Estádio Olímpico João Havelnage (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ).

Jornal Midiamax