Geral

Ipês embelezam a primavera de Campo Grande

A coloração das flores dos ipês produz um belíssimo efeito, tanto na copa da árvore como no chão das ruas, formando um tapete de flores que contrastam com o cinza das construções das cidades

Arquivo Publicado em 25/09/2011, às 11h52

None
340215869.jpg

A coloração das flores dos ipês produz um belíssimo efeito, tanto na copa da árvore como no chão das ruas, formando um tapete de flores que contrastam com o cinza das construções das cidades

Campo Grande se destaca por ser uma das cidades mais arborizadas do país. Nesta semana, se iniciou a primavera e, com a estação, as árvores, os jardins, as flores desabrocham e tudo fica com uma coloração mais bonita. Na praça do bairro Estrela do Sul um Ipê roxo é a imagem que mais impressiona.


Ipê é uma palavra de origem tupi, que significa árvore cascuda. Esse nome popular é usado para designar um grupo de nove ou dez espécies de árvores com características semelhantes de flores brancas, amarelas, rosas, roxas ou lilás. Em toda a região central de Campo Grande e em vários bairros se encontram lindos exemplares dessas árvores.


Os estudiosos indicam que as variedades de pequeno e médio porte, de 8 a 12 metros, são ideiais para o paisagismo e a arborização da área urbana. A coloração das flores produz um belíssimo efeito tanto na copa da árvore como no chão das ruas, formando um tapete de flores que contrastam com o cinza das cidades.


O período da queda das folhas coincide com a floração que se inicia no final do inverno e no início da primavera. Quanto mais frio e seco for o inverno, maior será a intensidade da florada. Posteriormente, a frutificação produz vagens de aproximadamente 25 cm verdes e lisas, que se abrem liberando as sementes.


As mudas de ipê, sejam amarelos, roxos, rosas, brancos ou verdes, estão entre as mais admiradas e procuradas entre as pessoas em virtude do seu belo visual. As flores atraem ainda abelhas e pássaros, principalmente beija-flores, que são importantes agentes polinizadores.


Medicina do ipê roxo


O ipê roxo é utilizado como analgésico e para auxiliar no tratamento de diversas doenças como eczemas, psoríase, câncer, alergias, disenterias, ferimentos, aftas, úlceras, viroses, queimaduras, e picadas de cobra. A parte da planta utilizada neste tipo de tratamento é a casca e folhas, sendo que em excesso pode ser tóxica. Portanto, sua utilização como fitoterápico deve ser apenas administrada sob acompanhamento médico.

Jornal Midiamax