Geral

Inflação pelo IPC-S tem leve aceleração,alimentos pesam

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu 0,69 por cento na terceira prévia de março, ante 0,64 por cento na segunda, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV), nesta quarta-feira. “Cinco das sete classes de despesa componentes do índice registraram acréscimos em suas taxas de variação”, afirmou a FGV em nota. Os custos do […]

Arquivo Publicado em 23/03/2011, às 10h28

None

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu 0,69 por cento na terceira prévia de março, ante 0,64 por cento na segunda, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV), nesta quarta-feira.

“Cinco das sete classes de despesa componentes do índice registraram acréscimos em suas taxas de variação”, afirmou a FGV em nota.

Os custos do grupo Alimentação aceleraram a alta para 0,86 por cento nesta leitura, ante 0,67 por cento na anterior. “Nesta classe de despesa, vale destacar o comportamento dos preços dos itens hortaliças e legumes (que passou de alta de 5,51 para 6,65 por cento) e carnes bovinas (que passou de queda de 2,80 para 2,33 por cento)”, acrescentou a entidade.

Os preços de Vestuário subiram 0,89 por cento agora, após 0,59 por cento.

Já os preços de Habitação arrefeceram o ritmo de avanço, para 0,47 por cento na terceira prévia, comparado a 0,52 por cento na segunda, e os de Despesas diversas subiram 0,40 por cento nesta divulgação, abaixo do 0,74 por cento do dado anterior.

As maiores altas individuais de preços foram de tomate, batata-inglesa, aluguel residencial, álcool combustível e tarifa de metrô.

Jornal Midiamax